A primeira partida de futebol do Estado do Paraná

Atualizado em: 02/06/2012 - 00:00

comentários

Ângelo Luiz De Col Defino

 

 

 

A primeira partida de futebol no Estado do Paraná ocorreu no dia 24 de outubro de 1909, em Ponta Grossa. Às 15 horas daquele domingo, o Foot-Ball Club Ponta-grossense mediu forças com o Clube Teuto-Brasileiro de Curitiba. O clube ponta-grossense venceu a partida por 1 x 0, gol de Charles Wright aos 17 minutos do primeiro tempo. O jogo foi realizado no campo do Alto do Cemitério Municipal de Ponta Grossa, arbitrado pelo Sr. A. Flygare.

Essas informações foram coletadas nas pesquisas para a elaboração do livro “Imortal Operário Ferroviário - as histórias do Fantasma de Vila Oficinas”, de autoria de Ângelo Luiz De Col Defino, lançando no dia 24 de maio de 2012 dentro das comemorações do Centenário do Operário Ferroviário Esporte Clube.

As fontes consultadas foram os jornais A República, de Curitiba (edição de terça-feira, 26 de outubro de 1909); Diário da Tarde, de Curitiba (edições de sábado, 23 de outubro de 1909; de segunda-feira, 25 de outubro de 1909 e de terça-feira, 26 de outubro de 1909) e O Progresso, de Ponta Grossa (edição de terça-feira, 26 de outubro de 1909).

Os jornais curitibanos foram pesquisados no acervo de microfilmes da Biblioteca Pública do Estado do Paraná, em Curitiba, e o jornal ponta-grossense foi consultado no acervo da Casa da Memória Paraná, em Ponta Grossa. Muitas controvérsias sobre essa primeira partida do futebol paranaense sustentaram-se por décadas.

Todas as outras fontes consultadas até hoje dão como a data do primeiro jogo dia 23 de outubro. Grande engano, pois tanto a viagem dos atletas curitibanos para Ponta Grossa como o jogo foram no domingo, dia 24 de outubro, como provam os jornais da época.

Outra informação sempre equivocada é sobre o time ponta-grossense naquele dia. O time jogou com o nome de Foot-Ball Club Ponta-grossense, não com o nome de Tiro de Guerra, como é frequentemente citado.

Constituído apenas para aquele jogo contra os curitibanos, o Foot-Ball Club Ponta-grossense foi formado pelos funcionários ingleses que administravam a Estrada de Ferro São Paulo - Rio Grande em Ponta Grossa e por jovens do Tiro de Guerra 21 Ponta-grossense, precursor dos batalhões militares da cidade. Desse primeiro time princesino se originaram depois novos clubes para a prática do futebol. O Operário Ferroviário não teve nenhum de seus fundadores, em 1912, entre os jogadores daquela primeira partida de 1909, nem nenhum fundador do Alvinegro tinha sobrenome inglês, concluindo-se que o Fantasma não se originou do Foot-Ball Club Ponta-grossense. Sua fundação remete-se tão somente ao esforço dos próprios operários ferroviários em 1912.

Do time curitibano do Clube Teuto-Brasileiro originou-se o Coritiba Foot Ball Club, que homenageou a data de 12 de outubro de 1909, dia do convite dos ponta-grossenses para aquela primeira partida, como a data a ser comemorada de fundação do Coxa-branca. Logo, o primeiro jogo a ser devidamente considerado para o Coritiba Foot Ball Club foi no dia 24 de outubro contra o Foot-Ball Club Ponta-grossense, e não dia 23 de outubro contra o Tiro de Guerra, como frequentemente é divulgado.

A edição do livro “Imortal Operário Ferroviário - as histórias do Fantasma de Vila Oficinas” foi doada pelo autor para o Operário Ferroviário Esporte Clube, que comercializa a obra em sua sede social, com toda renda sendo revertida para o Alvinegro.

 

 

 O autor é medico pediatra, natural de Ponta Grossa, bisneto, neto, filho e pai de operarianos.

 

 

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.