Benefício garantido

Atualizado em: 30/06/2012 - 00:00

comentários

Até 2014, parceria entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Caixa Econômica Federal e governo do Estado deve permitir que 100 mil famílias sejam beneficiadas com unidades habitacionais. As casas serão destinadas a pessoas que, atualmente, moram em áreas de risco de todo o Paraná, incluindo municípios da região dos Campos Gerais (Ponta Grossa, Castro, Palmeira, Jaguariaíva e Telêmaco Borba). No total, o investimento no projeto deve beirar R$ 1 bilhão.

Claro que ações como essas são importantes, pois – muitas vezes – as famílias acabam não deixando suas residências pelo fato de, simplesmente, não ter para onde ir. Entretanto, é preciso pensar além. Não basta, apenas, retirar as famílias desses espaços considerados impróprios, sem proceder uma revitalização ou reurbanização, impedindo que novas famílias  voltem a ocupar esses locais.

Nesse ponto, imprescindível é a participação das prefeituras, fiscalizando e garantindo que essas áreas permaneçam vazias. Aliás vale explicar que áreas de risco incluem proximidades de arroios, encostas, áreas de preservação e áreas no entorno de trilhos de trem. Áreas essas que, saliente-se, nem deveriam ter sido ocupadas anteriormente.

Imprescindível é que esforços sejam somados, com o objetivo de garantir muito mais que áreas de livres de ocupação ou invasão – como queiram chamar. Salutar é garantir o bem-estar dos cidadãos. Se “todos são iguais perante a lei”, conforme prevê a Constituição Federal, todos – sem exceção – devem ter assistência à saúde, moradia, alimentação, dentre tantos outros itens indispensáveis à sobrevivência digna.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.