Mudanças IRPF 2014 e Malha Fina PJ

Atualizado em: 09/08/2013 - 16:23

comentários

A Receita Federal vem comunicando a algum tempo que irá enviar pelo correio a declaração anual do imposto de renda para pessoas físicas que possuem apenas um rendimento tributável, ficando assim por conta do contribuinte confirmar as informações e acrescentar itens como deduções, despesas médicas, entre outros.

Tal informação começa a ser concretizada provavelmente a partir de 2014, provando assim que o cruzamento de informações via NFe e o SPED já estão em pleno funcionamento a alguns anos.

Todas as empresas são obrigadas mensalmente a enviar informações sobre faturamento, contribuições sociais e declarações acessórias, mas com a implantação da certificação digital, a obrigação de emissão de Nota Fiscal Eletrônica, NFe, e todas as obrigações que envolvem o SPED fazem com que feche o circulo de informações à União, fazendo com que o proprio sistema processe tais dados e gere informações automaticamente.

Tal mudança será implantada também com a criação da malha fina para pessoas jurídicas, com um sistema parecido com a atual malha fina de pessoa física, porém com muito mais informações já que o volume de declarações prestadas pelas empresas é enorme.

Engana-se quem pensa que o Fisco tem como objeto de fiscalização apenas as empresas de grande porte, muito pelo contrário, as ME e EPP respondem por mais de 80% das empresas brasileiras, e independentemente da tributação, seja Simples Nacional, Lucro Real ou Presumido a fiscalização e a possível malha fina já é uma realidade.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.