Cidades

Residencial Andorinhas terá investimento de R$ 4 mi

Luana Souza

04/07/2012 às 00:00 - Atualizado em 31/08/2012 às 12:29

O Residencial Parque das Andorinhas terá 168 residências que irão beneficiar famílias que vivem em áreas de risco. O projeto do residencial, elaborado em 2008 pela Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), prevê construir casas de 32,53 metros quadrados.  De acordo com o presidente da Prolar, Herivelto Benjamin, o projeto das casas integra o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) do governo federal. Investimento total será de R$ 4.200.000,00.

Ontem, a Companhia Ponta-grossense de Serviços (CPS) publicou no Diário Oficial edital de licitação para a contratação de mão de obra, ferramentas e equipamentos necessários na construção de 84 unidades habitacionais no residencial. O valor máximo da licitação é de R$ 462 mil, que inclui os serviços de mão de obra, equipamentos e ferramentas fornecidos por quem ganhar o certame.

“O edital de licitação foi publicado para construir inicialmente 84 moradias e depois será aberto novo edital para construir mais 84. É um projeto muito antigo, já foram realizadas três licitações e todas foram desertas. Esse projeto quer retirar famílias que moram perto dos arroios de Olarias e da Vilela”, explica o presidente da Prolar.

De acordo com Benjamim, o governo federal destinou cerca de R$ 17 mil para a construção de cada casa. “Em contrapartida, a Prefeitura entrou com R$ 8 mil em infraestrutura de cada moradia, que abrange água, esgoto, cascalhamento, abertura de ruas e energia elétrica. Então cada residência custará R$ 25 mil”, afirma.

As casas já começaram a ser construídas e, segundo Herivelto, devem ficar prontas até março ou abril de 2013. “Nós já demos início às obras com a abertura de ruas e início das moradias”, explica.

 

Publicidade
Mais Lidas
Publicidade
Enquete

Você deixou a compra de presentes de Natal para a última semana?

Publicidade
Flagra

Passagem

Publicidade