Cidades

PG atua em diferentes frentes no atendimento ao idoso

Das Assessorias

17/06/2017 às 00:00 - Atualizado em 17/06/2017 às 00:00

Em 15 de junho comemora-se o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Além do acompanhamento de denúncias em casos de violência, o município de Ponta Grossa também atua em outras frentes no atendimento à pessoa idosa. São ações na área da assistência social, saúde e lazer, garantindo mais qualidade de vida e atendimento à Política Nacional do Idoso.

Divulgação
Município oferece rede de atendimento que mantém idosos ativos e com acompanhamento na saúde

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é o responsável por receber denúncias de violência contra o idoso, sejam através do Disque 100, por encaminhamento do Ministério Público ou demanda espontânea, diretamente nos Creas. Em 2017, já foram recebidas pelos dois Creas de Ponta Grossa mais de 230 denúncias de violência contra a pessoa idosa, sendo que no passado foram somados 257 casos registrados ao todo. “São diferentes tipos de denúncias, não apenas a violência física, mas também casos como negligência, maus tratos, exploração financeira e a violência psicológica”, explica a coordenadora do CREAS 2, Thais do Prado Dias.

Como funciona?

Quando a denúncia chega, uma equipe do Creas averigua se o caso se configura como situação de violência. Sendo comprovada, o caso é acompanhado pelos profissionais e o procedimento depende de cada situação, podendo variar de orientações para a família até o registro de um Boletim de Ocorrência ou encaminhamento do idoso para uma instituição de longa permanência. “Encontramos diferentes situações em cada denúncia. Algumas vezes, a família apenas desconhece qual é o cuidado adequado com o familiar idoso e nesse caso, recebe orientações. Mas quando é violência física, por exemplo, podemos registrar na polícia e o responsável responder por crime”, detalha a coordenadora.

Dados divulgados pelo Ministério dos Direitos Humanos em 2016 revelaram que a maior parte das violações acontece dentro da casa das vítimas, cometida por filhos, netos ou outros familiares, chegando a 80% das denúncias registradas no Brasil todo através do Disque 100. Nessas situações estão inclusas não apenas a violência física e situações de maus tratos, mas também a exploração financeira, com o uso inadequado de valores recebidos pelo idoso, como aposentadoria.

Por se tratarem de diferentes situações, os Creas de Ponta Grossa também atuam com a conscientização da população sobre o assunto, sendo que muitas vezes o próprio idoso não sabe reconhecer estas violações de direitos. Na última quarta-feira (14), a equipe do Creas 1, sob a coordenação da assistente social Yara Klippel, realizou uma palestra para os usuários do Departamento do Idoso, orientando sobre os diferentes tipos de violações que eles podem sofrer e como procurar ajuda. “Os Creas estão de portas abertas para lidar com estas questões. O próprio idoso pode procurar ajuda, mas aquele vizinho ou conhecido que tem conhecimento de uma situação de violação de direitos também pode fazer sua parte”, orienta a coordenadora do Creas 1, Yara.

Toda a população precisa se sensibilizar, lembrar que o avanço da idade muitas vezes dificulta a fala, a audição e exige de nós mais paciência, mais cuidado. Todos nós vamos envelhecer e merecemos respeito e atenção nessa fase da vida”, alerta Thais.

Como denunciar?

As denúncias de violação de direitos da população idosa podem ser feitas conforme abaixo:

Disque 100

CREAS 1

Rua Hinon Silva s/n – esquina com a Rua Benjamin Constant

3901-1718

CREAS 2

Rua Tiradentes, 910 – Centro

3901-7052

 

Outros atendimentos ofertados pelo Município

Departamento do Idoso

O Departamento do Idoso, da Fundação Proamor, conta hoje com mais de mil idosos cadastrados em suas atividades. São aulas de natação e hidroginástica, além de atividades como caminhada, alongamento e ritmo, bocha, sinuca e carteado. A proposta é trabalhar diariamente com atividades recreativas para garantir melhor qualidade de vida aos idosos. O local também abriga a estrutura de Academia da Terceira Idade (ATI), que pode ser usada todos os dias.

Recentemente, o Departamento do Idoso ganhou novo visual, mais jovem e moderno, muito diferente das paredes pichadas que o local contava há algumas semanas. Localizado na Praça Getúlio Vargas, o espaço sofria constantemente com a ação de vândalos e pichadores. Com o apoio de um grupo de grafiteiros e de uma empresa de tintas spray, o Departamento do Idoso conta agora com ilustrações referente à temática da terceira idade.

Os serviços são gratuitos e os interessados podem se cadastrar levando: foto 3x4, comprovante de residência, RG, atestado médico para prática de atividades físicas e um atestado dermatológico para as atividades na piscina. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo 3225-1140 ou diretamente no Departamento do Idoso, que fica na Praça Getúlio Vargas, na Nova Rússia.

Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa foi reativado em 2013 e desde então vem sendo atuante no município, acompanhando a prestação de serviços à pessoa idosa na cidade e ainda firmando parcerias em benefícios dos usuários dos sistemas públicos. O Conselho também é o responsável por organizar a Conferência Municipal do Idoso, com o propósito de discutir as necessidades levantadas ao longo das pré-conferências e propor estratégias que poderão integrar as políticas públicas voltadas às pessoas idosas.

Todas as discussões estão centradas em quatro eixos: gestão, financiamento, participação social e sistema de garantia de direitos. Elas devem nortear a proposta de uma política pública municipal de atendimento a pessoa idosa.

Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)

Os Cras também oferecem diferentes atendimentos para a pessoa idosa, como os cadastros para o cartão transporte com gratuidade, para o Benefício Prestação Continuada (BPC) e também grupos de convivência. Os Cras também organizam grupos geracionais, que buscam inserir a pessoa idade em atividades na comunidade.

Saúde

As Unidades Básicas de Saúde organizam grupos de caminhada e atividades físicas, com grande adesão do público da terceira idade, supervisionadas pela equipe do Núcleo de Atenção a Saúde da Família (NASF). Além disso, também organizam grupos para diabéticos e hipertensos, com rodas de conversa, palestras e outras atividades.



Publicidade
GUIA DCMAIS
Loterias

MEGA SENA

Concurso 1978 17/10/2017
  • 6
  • 2
  • 57
  • 22
  • 55
  • 44
Publicidade
Enquete

Você aprova a fala do vereador Pastor Ezequiel, a respeito da vinda do cantor Pabllo Vittar para Ponta Grossa?

Publicidade
Flagra

Sinal de desenvolvimento

Publicidade
Publicidade