Confira os bancos que estão abertos hoje em PG

Luciana R. Brick

Fale com o repórter

Publicado em: 03/10/2011 - 14:50 | Atualizado em: 02/09/2012 - 11:14

A greve nacional dos bancários completa amanhã uma semana. Em Ponta Grossa todas as agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica permanecem fechadas, bem como 13 unidades dos bancos privados. Hoje apenas três agências do Bradesco (Nova Rússia, Oficinas e Uvaranas), uma do Itaú (Oficinas) e uma do Santander (Oficinas) abriram para os usuários. Em Palmeira todos os bancos públicos e privados estão em greve. Em Carambeí aderiram os funcionários do Banco do Brasil e em Castro da Caixa Econômica. Em Ipiranga a greve atinge o Banco do Brasil.

De acordo com Gilberto Leite, presidente do Sindicato dos Bancários de Ponta Grossa e Região, o sindicato optou nesta segunda-feira por manter alguns pontos abertos. “Estamos no aguardo do posicionamento da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Esta entidade tem ciência do nosso interesse em retomar as negociações. O que está faltando é iniciativa da Fenaban”, diz Gilberto.

Segundo o presidente, amanhã o sindicato estará novamente reunido para analisar o cenário nacional. “Nos reunimos diariamente para ver como está a greve no País e decidirmos o que faremos aqui e na região”, explica.

A greve se iniciou no último dia 27 de setembro. A categoria pede reajuste salarial de 12,8% (7,5% de reposição inflacionária e 5,3% de aumento real), melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e a contratação de mais colaboradores. Até o momento, os bancos concordam com reajuste de 8%.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.

  • 03/10/2011 - 16:53 - leantos06

    Não sei se é apenas impressão, mas parece que ninguém está se incomodando com a greve dos bancários. Não vejo manifestações por aí. Será que sou o único que fiquei à mercê da má vontade dessa gente? Creio que todos os bancários participaram de processos de seleção ou fizeram concursos públicos para se abancar nesse cabide sabendo o valor do salário e as condições de trabalho! Se não está bom, o mercado de trabalho está desesperado por bons profissionais! Se são bons, porque não estão em outros postos ganhando mais ao invés de adotarem uma postura de atrapalhar a vida de outras pessoas que não tem nada a ver com os anseios e frustrações deles? Ou quem sabe se pelo menos melhorassem as caras ao nos atenderem nos guichês suas vidas também não seriam melhores. Minha vingança é sempre aos domingos à noite, quando imagino o mau-humor desses brilhantes profissionais "de carreira" ao imaginar que o dia seguinte é segunda-feira a no clarear das 10h ou 11h da manhã assumirão seus postos até as 16h. (óóóóó). Deturparam o direito à grave, banalizando-o. E eu, que não tenho nada com seus anseios ou frustrações, tenho que aguentar mais isso...