Estado tem 200 grandes devedores do ICMS

Luciana R. Brick

Fale com o repórter

Publicado em: 24/06/2012 - 00:00 | Atualizado em: 02/09/2012 - 20:51

Paraná tem R$ 17 bilhões para receber através do imposto. Estoque vem dos últimos 30 anos. Secretaria da Fazenda está reforçando a fiscalização junto aos maiores devedores

Arquivo DC
Refis é oportunidade para contribuintes pagarem suas dívidas

 

De posse de uma lista com o nome dos 200 maiores devedores do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Paraná, a Secretaria da Fazenda promete reforçar a fiscalização sobre estes contribuintes. Juntos, eles respondem por quase 90%  da  arrecadação deste tributo, que é o principal recolhido pelo estado.  Em 2001, o Paraná arrecadou R$ 15,8 bilhões com o ICMS.

De acordo com o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, o estoque de dívida de ICMS no Paraná soma R$ 17 bilhões. Este valor corresponde aos últimos 30 anos e é devido por 70 mil contribuintes. “Precisamos de mecanismos para reduzir esta dívida”, fala ao citar que com o reforço o governo quer elevar a arrecadação no estado, reduzir o nível de endividamento das contas públicas e resolver as pendências mais antigas das pessoas jurídicas.

Entre as medidas adotadas nos últimos dois meses está o perdão das dívidas de ICMS inferiores a R$ 10 mil. Aproximadamente 35 mil contas, de 17 mil contribuintes, tiveram os seus débitos zerados. Isso significa uma renúncia de cerca de R$ 50 milhões. “Para cobrar cada dívida, o governo estimou que gastaria R$ 14 mil com os processos judiciais, o que levou a secretaria a propor a remissão destes débitos”, explica.

Outra ação foi o lançamento do Refis, programa de parcelamento das dívidas em até 120 meses, sendo a parcela mínima de R$ 1 mil. O benefício atinge todos os devedores, independente de valores.  “O parcelamento é um grande estímulo para todos os que estão devendo. Este é o último refinanciamento de dívidas que o Paraná vai fazer. Daqui para frente, o regime de pagamento será normal e não terá redução de multas e juros como o programa tem”, salienta Hauly.

O prazo para aderir ao Refis termina no próximo dia 8 de julho. O credenciamento deve ser feito no site da Receita Estadual (www.fazenda.pr.gov.br).  “Quem perder este prazo vai continuar inscrito em dívida ativa e o caminho para a cobrança será a justiça”, alerta.

Outra medida é o Alerta Fiscal. A operação percorre as cidades paranaenses com o objetivo de conscientizar a população e os empresários sobre a importância dos impostos para o desenvolvimento do estado.  “Queremos conscientizar os paranaenses da importância do ICMS para o Paraná.  O reforço na fiscalização engloba o Alerta, o perdão das dívidas e o parcelamento. A melhoria da fiscalização e, por consequência, da arrecadação é um objetivo permanente da boa gestão financeira do Paraná”, salienta Hauly.

 

 

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.

  • 25/06/2012 - 13:49 - EMER

    Notícias assim, nos fazem pensar sobre a palavra RESPONSABILIDADE. Todos estes devedores deveriam refletir sobre os setores que estão deixando de receber estas verbas. A saúde por exemplo, a educação e tantos outros. Eu sei que isto é utopia, mas deixo o desafio...