Polícia

Mulher confessa ter matado os dois filhos em Palmeira

Edilene Santos

11/07/2012 às 00:00 - Atualizado em 02/09/2012 às 18:53

FOTOS: Fábio Matavelli

Mãe chamou os filhos, Ana Maria Amaral Voichcoski e Ruan Felipe Amaral, para brincar do lado de fora

 

 

Um crime chocante comoveu a população dos Campos Gerais e até os policiais que atenderam a ocorrência, acostumados com a atrocidade do ser humano. Na noite de segunda-feira, uma mulher de 25 anos teria assassinado, com requintes de crueldade, os dois filhos: uma menina de sete e um garotinho de dez. O caso aconteceu na Colônia Santa Bárbara, área rural de Palmeira.

 

 

Deuceni Amaral confessou ter premeditado a morte das crianças naquele dia e que primeiramente matou Ana Maria Amaral Voichcoski e, em seguida, Ruan Felipe Amaral. Na delegacia, ela contou que chamou a menina para brincar na área externa. Levou-a para o meio do mato, pediu para a criança colocar um pano na boca e virar de costas e deu uma pancada na cabeça, usando uma barra de ferro. Em seguida, quando a menina acordou do desmaio, tomou um punhal e desferiu golpes no peito e abdômen da criança. Ela deixou o corpo no matagal e voltou para casa.

Pouco depois, ela convidou o menino para brincar de esconde-esconde, foi com ele a outro lugar do quintal e praticou o crime da mesma forma: colocando uma toalha na boca para a criança não gritar, batendo na cabeça com uma barra de ferro e desferindo golpes com a faca.

 

Leia a matéria completa na edição impressa do DC

Publicidade
Enquete

As ruas do centro de Ponta Grossa estão em bom estado de conservação?

Publicidade
Flagra

Improviso

Publicidade