Polícia

Perícia realiza exame de local da morte de empresário

Jeferson Augusto

15/04/2014 às 00:00 - Atualizado em 14/04/2014 às 18:29

Peritos realizaram na noite de ontem um exame do local da morte do empresário Rodrigo Carneiro da Silva, morto em março deste ano, após se envolver em uma briga no centro de Ponta Grossa.

De acordo com a delegada Tânia Maria Sviercoski, os peritos devem tirar fotos e coletar alguns dados no local onde Rodrigo morreu, e incorporar estes elementos ao inquérito, que segundo ela, está em fase de conclusão. “O inquérito já está bastante adiantado, devendo ser concluído nas próximas semanas, e estes exames servirão para acrescentar ao inquérito”, disse a delegada, que prefere não dar mais detalhes sobre o caso, antes que as investigações estejam concluídas.

O empresário Rodrigo Carneiro da Silva, 29 anos, morreu na madrugada do dia 24 de março, no Centro de Ponta Grossa. De acordo com as primeiras informações coletadas pelas polícias Militar e Civil, Rodrigo teria se envolvido em uma briga na rua Balduíno Taques e morreu em seguida. As imagens de uma câmera de segurança da Guarda Municipal registraram o crime. O Siate foi acionado, mas a vítima já havia entrado em óbito. Rodrigo foi agredido com socos e chutes e caiu no chão em seguida.

Já nos primeiros dias após a morte de Rodrigo, a informação repassada pelo Instituto Médico Legal (IML) é de que o empresário teria lesionado a coluna cervical no momento em que foi derrubado com um soco e isso teria ocasionado a morte do rapaz.

Três pessoas se apresentaram à polícia afirmando que estavam no momento da briga, mas por até agora não terem sido indiciadas como participantes da morte do empresário, não tiveram os nomes divulgados.

Publicidade
Enquete

Você já procurou o Procon alguma vez?

Publicidade
Flagra

Lembrança

Publicidade