Política

Moacyr Fadel: “Desafio é colocar a casa em ordem”

09/01/2017 às 00:00 - Atualizado em 09/01/2017 às 18:00

Moacyr Fadel afirma que pegou Prefeitura de Castro com dívidas e que principal meta é ajustar as contas do município

 

Divulgação
“Castro vai voltar a crescer, atrair empresas e com geração de empregos. Quero resgatar a autoestima do nosso povo”

 

Após ser eleito em 2004 e 2012, Moacyr Fadel iniciou seu terceiro mandato como prefeito de Castro apontando as finanças públicas como maior desafio. Ao assumir a Prefeitura de Castro, Fadel alega ter encontrado um caixa com mais de R$ 5 milhões em dívidas, além de diversos problemas estruturais.

A prioridade nestes primeiros meses, afirma o prefeito, é 'colocar a casa em ordem' e quitar as dívidas que ele teria herdado. Nas primeiras semanas Fadel ainda deve fazer uma espécie de diagnóstico da administração, e por conta disso determinou meio expediente na prefeitura de Castro, até que seja feita uma análise da administração.

Moacyr Fadel ainda firmou que mesmo com as dificuldades financeiras, pretende trabalhar pela geração de empregos e atração de empresas, e que o principal foco de sua gestão é o pleno funcionamento do Hospital Anna Fiorillo.

Nos próximos dias o Diário dos Campos seguirá entrevistando prefeitos de municípios da região dos Campos Gerais. Confira trechos da entrevista com Moacyr Fadel.



Diário dos Campos - Quais os principais desafios para este novo mandato?

Moacyr Fadel - O principal desafio é colocar a casa em ordem. Assumimos uma prefeitura com mais de R$ 5 milhões em dívidas, maquinário sucateado, a frota dos veículos toda locada. Fora a existência de R$ 3 milhões em empenhos que não foram pagos. Agora é tentar segurar os gastos ao máximo e pagar as dívidas.

DC - O Sr. tomou a decisão de colocar a prefeitura funcionando em meio expediente nos primeiros dias. Qual o propósito desta medida?

Moacyr - Decidimos utilizar parte do expediente para que se possa inteirar de todos os setores, analisar como cada departamento se encontra, já que não tive acesso à prefeitura antes de assumir. E após tomar conhecimento da real situação de cada setor, vamos tomar as medidas necessárias.

DC - Um dos maiores problemas das prefeituras, principalmente de municípios do interior, é a queda de arrecadação e de repasses. Como o Sr. pretende fechar esta conta em Castro?

Moacyr - Tem que se fazer um reajuste fiscal. Estamos estudando algumas ideias novas para questões como o IPTU, ISS e assim trazer uma maior arrecadação. O grande problema nos últimos anos é que aumentaram as despesas, mas houve queda na receita. Mas em Castro este problema não foi tão grave, até porque o motivo de endividamento foi outro. Houve uma irresponsabilidade ao se deixar uma série de obras inacabadas e que não puderam ser pagas, aí houve o estouro das contas.

DC - O Sr. optou por não anunciar seu secretariado já nos primeiros dias de governo. Como está sendo feita a montagem de sua equipe?

Moacyr - Tenho experiência à frente da Prefeitura, então estou montando o secretariado com muita calma, sendo muito técnico. Conheço a prefeitura e vou privilegiar sempre o funcionalismo, que é quem realmente entende como funciona uma prefeitura. Sempre vou dar prioridade ao funcionário público, sendo a primeira opção para cada secretaria, depois, se não houver opção, escolho outros nomes.

DC - O que o castrense e também a região dos Campos Gerais pode esperar de mais um mandato seu?

Moacyr - Muito otimismo. Castro vai voltar a crescer, atrair empresas e com geração de empregos. Quero resgatar a autoestima do nosso povo. Uma das metas é reaver nosso hospital, que é muito importante não apenas para Castro, mas para toda a região. Meu compromisso é único, é fazer nosso hospital voltar a funcionar. Podem esperar de mim muito trabalho, e com colaboração, para que, mesmo com as dificuldades, com certeza faremos um belo trabalho.

Publicidade
GUIA DCMAIS
Loterias

MEGA SENA

Concurso 1952 26/07/2017
  • 9
  • 21
  • 53
  • 36
  • 52
  • 38
Publicidade
Enquete

Você aprova as mudanças implantadas pela AMTT, neste ano, no trânsito de PG?

Publicidade
Flagra

Reclamação

Publicidade
Publicidade