Vídeos

Agressão a músico de PG teve briga e simulação de assalto

Danilo Kossoski

20/03/2017 às 16:40 - Atualizado em 20/03/2017 às 17:31

A Polícia Civil de Ponta Grossa concluiu as investigações acerca da suposta tentativa de latrocínio do professor de música Renato Costa Pinto, ocorrida no início deste ano. Durante entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (20), o delegado Fernando Maurício Jasinski revelou que duas pessoas confessaram envolvimento no crime: um homem de 20 anos que foi preso preventivamente e um rapaz de 18 anos, que tinha 17 anos quando cometeu o crime e, por isso, teve internação provisória decretada.

Segundo Jasinski, a investigação se tornou mais complicada porque a vítima permaneceu por vários dias em um hospital da cidade em estado grave e, quando recuperou a consciência, não recordava dos acontecimentos relacionados ao crime. Por isso, os investigadores dependiam de denúncias anônimas, e uma delas levou à dupla de suspeitos.

“Nós os interrogamos há cerca de uma semana, e hoje foi realizada a prisão. Segundo os autores, eles teriam sido convidados a entrar na casa da vítima e, uma vez lá, tiveram um desentendimento. Eles acabaram pegando facas da cozinha e golpeando a vítima diversas vezes”, explicou o delegado.

Os dois agrediram Renato com tamanha violência, que acreditaram que ele estivesse morto e, por isso, levaram um celular, uma televisão e o automóvel, na tentativa de fazer com que tudo parecesse conseqüência de um assalto.

O músico Renato Costa Pinto foi esfaqueado e violentamente agredido na madrugada do dia 21 de janeiro no Residencial Barcelona, em Ponta Grossa. Renato chegou a ficar vários dias na UTI da Santa Casa de Misericórdia. Após semanas do crime, ele ainda se recupera na casa de familiares.

 

Fábio Matavelli
Segundo Jasinski, dupla simulou um assalto
Publicidade
GUIA DCMAIS
Loterias

MEGA SENA

Concurso 1980 21/10/2017
  • 18
  • 16
  • 12
  • 34
  • 37
  • 17
Publicidade
Enquete

Você acredita que a economia está se recuperando?

Publicidade
Flagra

Sinal de desenvolvimento

Publicidade
Publicidade