Coluna ADI Paraná
Em março

Em março
O governador Ratinho Júnior (PSD) e seu grupo político definiram que os candidatos que pretendem concorrer nas eleições municipais deste ano terão que deixar os seus cargos no Estado neste mês de março. O prazo é improrrogável. O governador não quer que as disputas eleitorais influenciem os trabalhos que estão sendo desenvolvidos nas secretarias. As articulações com vistas às eleições municipais de outubro, no plano estadual, estão sendo conduzidas pelo chefe da Casa Civil, deputado Guto Silva (PSD).

 

Parlamento Universitário

A Câmara de Vereadores de Ponta Grossa aprovou o projeto de criação de um |Parlamento Universitário, semelhante aquele que já funciona na Assembleia Legislativa. “O objetivo é que a medida fomente e desperte a consciência política e o interesse dos universitários nas atividades do Poder Legislativo”, disse o vereador Felipe Passos (PSDB), autor do projeto.


Novas regras

A necessidade de ajustar as finanças fez com que a Assembleia Legislativa do Paraná e de outros 12 estados aprovassem, nos últimos meses, propostas de reforma da previdência dos servidores envolvendo aumento de alíquota de contribuição e ampliação da idade mínima. As duas regras já foram modificadas em Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.


De mãos atadas

O senador Alvaro Dias (Pode) vê limitações nas condições de trabalho dadas pelo presidente Jair Bolsonaro a seu ministro da Justiça, Sergio Moro. "O que vimos é que não tem liberdade para trabalhar. Para dar um exemplo, logo no início, ele (Moro) quis o Coaf no Ministério da Justiça. Aparelhou o Coaf, instrumentalizou convenientemente, nomeou o coordenador do Coaf. E, logo a seguir, foi desautorizado, o coordenador foi demitido, o Coaf foi transferido para o Ministério da Economia".


Apoio laboral

O senador Flávio Arns (Rede) apresentou um projeto de lei que garante a atividade de apoio laboral a pessoas com deficiência. De acordo com a proposta, cabe ao apoiador laboral orientar os trabalhadores com deficiência "em seu itinerário, colaborar para a adaptação deles às estruturas físicas das empresas e propugnar por um relacionamento sadio com os novos colegas", disse.


Quadro de pessoal

A Câmara Municipal de Curitiba tem 90 dias para apresentar um plano de ação para ajustar seu quadro de pessoal às regras constitucionais relativas aos porcentuais e condições mínimos servidores comissionados, contratados sem concurso público, e funcionários efetivos. A determinação é do TCE-PR, que também reivindicou que a Câmara de Vereadores e especifique a qualificação exigida para cada um dos cargos de assessor parlamentar.


Campanha

O projeto de lei do deputado Michele Caputo (PSDB) que institui a “Campanha Permanente de Conscientização e Incentivo à Vacinação” foi aprovado pela Assembleia Legislativa. “Com essa campanha, o Estado somará esforços com a sociedade para divulgar a boa informação, combatendo as fake news e demostrando confiança e segurança no Programa Nacional de Vacinação”, ressalta Caputo.


CTPS digital

O Estado lançou o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. O objetivo da nova ferramenta é de facilitar a vida dos trabalhadores. Com a aplicativo, o documento estará à mão sempre com os dados atualizados, o que substitui a carteira de trabalho física. A população será instruída tanto nas agências quanto na superintendência sobre como baixar a CTPS digital.


Posse temporária

A Comissão de Segurança Pública aprovou parecer dos deputados Delegado Recalcatti (PSD) e Requião Filho (MDB) que trata da alienação de arma de fogo aos policiais civis, militares e bombeiros após a aposentadoria ou reserva. Pela proposta, a alienação por venda direta será feita na condição de posse temporária, podendo a arma de fogo ser devolvida a qualquer tempo a critério do ex-servidor e, obrigatoriamente, devolvida pelos herdeiros ao órgão de origem em caso de falecimento.


Convocação

No dia 12 de março, o Estado convoca os 200 escrivães da Polícia Civil aprovados no concurso de 2018. Na mesma data será confirmada a abertura de novo concurso para delegados, investigadores e papiloscopistas. “O governo tem feito todo o esforço para melhorar as condições de trabalho das forças de segurança, com investimento em inteligência, equipamentos, tecnologia e efetivo”, disse o governador Ratinho Junior.

 

Escola Bonita

As 2,1 mil escolas estaduais receberam recursos para a realização de melhorias na infraestrutura. Os recursos fazem parte do projeto Escola Bonita, da Secretaria Estadual de Educação e somam R$ 20 milhões. Os recursos são para a realização de pequenos reparos na estrutura física das escolas.


Paraná Competitivo

O deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) apresentou requerimento em que solicita ao Estado providências urgentes e a necessidade de uma estratégia de atração de investimento do Programa Paraná Competitivo. A intenção é garantir a viabilidade e o interesse da Tesla no Paraná. A montadora americana é uma empresa automotiva e de armazenamento de energia norte americana, que desenvolve, produz e vende automóveis elétricos de alto desempenho, componentes para motores e transmissões para veículos elétricos e produtos à base de baterias.


Epidemia no Paraná

O Paraná entrou em estado de epidemia de dengue, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde. São 44.441 casos confirmados da doença e sete novas mortes registradas em uma semana. Para se configurar uma epidemia de dengue, é necessário ter mais de 300 casos da doença por 100 mil habitantes. A incidência da doença no Paraná é de 336,21 por 100 mil habitantes, segundo o boletim.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Audiência pública


O deputado Emerson Bacil (PSL) coordena na próxima quinta-feira, 5, em São Mateus do Sul, uma audiência pública sobre o desenvolvimento das regiões sul e centro-sul. O vice-governador Darci Piana e o chefe da Casa Civil, Guto Silva, confirmaram presença no encontro que será realizado no Clube dos Empregados da Petrobras.

Janela partidária
Os vereadores tem até a próxima quinta-feira (5) para mudar de partido sem sofrer qualquer tipo de punição. O prazo da chamada janela partidária termina no dia 3 de abril, seis meses antes do pleito.

Polo do agronegócio
A deputada Luísa Canziani (PTB) se reuniu com representantes da UEL, Ocepar, Sebrae, Codel, Iapar, Embrapaa, UTFs, Senai e outras instituições para viabilizar a instalação em Londrina de um dos institutos programados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o Instituto de Inteligência Artificial em Agro. "A região norte – reconhecida nacionalmente como polo do agronegócio – tem ambiente propício e oferece condições únicas para receber esse centro e liderar pesquisas que revolucionem o agronegócio nacional".

Saúde pública
Ao longo de 2020, o Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, vai receber mais de R$ 27 milhões, adiantaram o secretário estadual de Saúde, Beto Preto e o líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), durante uma reunião com o prefeito Chico Brasileiro, deputado Vermelho (PSD) e o presidente da Câmara de Vereadores, Beni Rodrigues (PSB).

Pacote de concessões
O Paraná terá o maior pacote de concessões de rodovias do governo federal. Segundo o ministro Tarcísio Gomes (Infraestrutura), o leilão do novo anel de integração rodoviário do Paraná terá 4,1 mil quilômetros e deve gerar investimentos de mais de R$ 100 bilhões ao Estado.

Abrace
O deputado Luciano Ducci (PSB) visitou João Pessoa (PB) e conheceu a Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança. A Abrace é única entidade do país que pode cultivar maconha com fim medicinal. Ducci - relator da comissão na Câmara dos Deputados sobre a liberação do cultivo, importação e exportação da cannabis no Brasil - deve apresentar seu relatório em abril.

Regularização
A Anvisa liberou a venda de medicamentos a base de cannabis em farmácias, mas proibiu o cultivo. A Abrace atende atualmente três mil pessoas e a meta é chegar a dez mil. O óleo que é produzido na Paraíba custa 10% do valor do importado, vendido nas farmácias.

PSDB engajado
O deputado Michele Caputo (PSDB) se reuniu com o governador Eduardo Leite (PSDB-RS) para discutir sobre as eleições municipais de 2020. Segundo o tucano, o PSDB busca representantes em todos os municípios e fortalecer o partido na disputa eleitoral "No encontro com o governador do Rio Grande do Sul, a conjuntura política do Paraná e o futuro do partido na principais cidades do Estado, com vistas às eleições deste ano."

Rejeição
No encontro, ganhou destaque também a discussão sobre a orientação que o partido dará aos seus filiados com relação às manifestações convocadas para o dia 15 de março. Os dirigentes tucanos foram unânimes ao afirmar que polarizações e tensões não favorecem o fortalecimento da democracia. As crises institucionais provocadas por falas irresponsáveis e/ou manifestações nas mídias sociais podem ter consequências gravíssimas.

Contra corrupção

O advogado e jornalista Ogier Buchi, um dos organizadores do Aliança pelo Brasil no Paraná, disse que a manifestação marcada para o dia 15 de março, a partir das 15h na Boca Maldita em Curitiba é contra a corrupção. Ele também criticou a ideologização que marca os prós e contras do ato. "É absolutamente fundamental nesse momento da vida nacional deixar claro e transparente o que sente o cidadão. Tenho percebido que há uma inversão organizada daquilo que se pretende no dia 15 de março, um discurso montado por aqueles que compõem a corrupção", disse.


Disciplinado
A atuação na coordenação Operação Lava Jato rendeu ao procurador Deltan Dallagnol, 17 procedimentos no CNMP. O que hoje está mais adiantado foi distribuído a um relator ligado à Câmara dos Deputados, Otavio Rodrigues, o que é visto como negativo para Deltan. Apenas 1 dos 17 procedimentos resultou até agora em punição.

Cibersegurança
Na quinta-feira, 5, uma das principais empresas de segurança cibernética do país vai inaugurar filial em Curitiba. Com 24 anos de estrada, a ISH chega ao Paraná com a expectativa de já faturar R$ 30 milhões com soluções de segurança da informação, detecção de ataques e monitoramento. A expectativa é que em 2020, no Brasil, a cibersegurança deva atingir R$ 8 bilhões.

Abaixo da média
Número de mesários voluntários no Paraná está abaixo da média nacional. De acordo com o TRE, o estado tem média de 40% de voluntários trabalhando nas eleições, e média nacional é de 60%. Até agora, 13,8 mil pessoas se inscreveram para trabalhar nas eleições municipais, quando serão necessários cerca de 110 mil mesários.

Acupuntura urbana
No dia 17 de março tem o lançamento da nova edição de “Acupuntura Urbana” em Curitiba. O livro é do arquiteto e urbanista Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

No Paraná

No Paraná
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, divulgou quais serão as 54 escolas de 22 estados e do Distrito Federal vão participar do programa de escolas cívico-militares, a partir de 2020, quatro delas o Paraná: Colégio Estadual Beatriz Faria Ansay (Curitiba), Colégio Estadual Vinicius de Moraes (Colombo), Colégio Estadual Tancredo Neves (Foz do Iguaçu) e Colégio Estadual Professora Adélia Barbosa (Londrina).

Ponta Grossa
O deputado Aliel Machado (PSB) reafirma a vontade de disputar a prefeitura de Ponta Grossa em outubro. "É uma decisão que está sendo amadurecida." Aliel Machado já foi presidente da Câmara de Vereadores e está no segundo mandato na Câmara dos Deputados.

Segunda ponte
O governador Ratinho Junior e o presidente da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, vistoriam hoje as obras de construção da Segunda Ponte ligando Brasil e Paraguai. O Estado é o gestor da obra financiada pela binacional. O ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) acompanha a vistoria.


Aeroporto
Os três - Ratinho Junior, Joaquim Silva e Luma e Tarcísio Gomes de Freitas - mais o presidente da Infraero, Hélio Paes de Barros, inauguram a ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.

Encontro Sul e Sudeste
Os governadores João Doria (PSDB-SP), Romeu Zema (Novo-MG), Renato Casagrande (PSB-ES), Carlos Moisés (PSL-SC), Eduardo Leite (PSDB-RS), Wilson Witzel (PSC-RJ) e Ratinho Junior (PSD-PR) participam do quinto encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste que acontece em Foz do Iguaçu. Questões como sustentabilidade, bioeconomia, economia criativa e até o coronavírus vão permear as discussões da reunião.

Sem pânico
O secretário Beto Preto (Saúde) afirmou que o Paraná vai adotar medidas de contingenciamento em massa para a prevenção e tratamento contra o coronavírus. A Secretaria de Saúde vai seguir orientações do Ministério da Saúde para tratar possíveis casos de doenças no Estado. Londrina largou na frente, e vai adotar o mesmo protocolo utilizado no combate à H1N1.

Reforma prisional
O Estado vai abrir três mil novas vagas no sistema prisional com a construção de quatro novas cadeias públicas e três novas delegacias. O investimento soma R$ 81 milhões. As cadeias públicas serão construídas em Foz do Iguaçu, Londrina, Ponta Grossa e Guaíra. As obras fazem parte de um grande pacote de reformas, reparos e construção anunciado pelo governo.

Sobe
Estreante na campanha presidencial de 2018, o Novo foi o partido que mais cresceu proporcionalmente em menos de dois anos. Pulou de 19 mil filiados para 48 mil, aumento de 154%. A meta da legenda é reunir 50 mil integrantes ainda neste ano.

Desce
Na contramão do Novo, as siglas que mais apresentaram desfiliações desde 2018 foram o PP, com queda de 12% – de 1,44 milhão para 1,27 milhão -, e o MDB, que perdeu 11% dos seus integrantes, mas segue no topo de ranking como o maior partido do país com 2,13 milhões de filiados. O PT, segundo na lista dos maiores, também diminuiu. Tinha 1,59 milhão de filiados em abril de 2018 e passou para 1,47 milhão em janeiro deste ano.

Cannabis
O Conselho Federal de Farmácia regulamentou a atuação dos farmacêuticos na distribuição e orientação de pacientes quanto ao uso de medicamentos à base de Cannabis. "É o primeiro órgão de saúde que garante o exercício do profissional nos produtos de cannabis", afirma Margarete Akemi Akishi, coordenadora do grupo de trabalho responsável pela elaboração da resolução.

Uma só no Paraná
Das 100 pesquisas eleitorais já registradas no TSE, a pouco menos de oito meses as eleições municipais, uma é do Paraná. O Instituto Angulo vai medir a intenção de voto para prefeito na cidade de Perobal, no noroeste do Estado. Das 100 pesquisas registradas, nenhuma delas é para as grandes capitais.

Asfalto
O deputado Giacobo (PL) destacou o asfalto realizado em Capanema, um investimento de R$ 500 mil através de emenda do deputado. "A qualidade da infraestrutura viária de um município é fundamental para a segurança e a comodidade da população em seus deslocamentos diários."

Ainda é cedo
O novo líder do PT na Câmara dos Deputados, Enio Verri, acha cedo para se falar em afastamento do presidente Jair Bolsonaro. “Há uma radicalidade por parte dele contra a democracia nunca antes vista. Vamos analisar. Ainda não enxerguei isso (o impeachment), mas pode avançar dependendo da reunião com os seis partidos de oposição. É muito cedo para fazer essa análise”.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Batalha de outubro

Batalha de outubro
As eleições municipais serão em outubro e os pré-candidatos de todo o país já correm atrás de informações e cursos. O ex-deputado Alex Canziani (PTB, por exemplo, será o principal painelista político do “Smart Election”, encontro no dia 10 de março em São Paulo. O evento contará também com palestrantes do universo eleitoral e Canziani, que nos últimos 30 anos teve oito mandatos consecutivos, vai falar dos “5 Passos Poderosos para Vencer uma Eleição”.

Temas
Outros temas serão trabalhados como financiamento de campanha, ferramentas eficientes e baratas para pesquisas e monitoramento de redes sociais; combate à fake news, aspectos jurídicos de campanha e a construção de autoridade nas redes sociais. Organizado pelo ProElection Mentoria, instituto de pesquisa “Opinião Política” e canal online “Você Candidato”, o Smart Election promete ser o mais inspirador e impactante evento sobre marketing político do Brasil. Mais informações e inscrições pelo site www.smartelection.com.br.

Vou de bicicleta
O governador Ratinho Junior sancionou o projeto de lei do deputado Paulo Litro (PSDB) que aprimora a Política de Mobilidade Sustentável e Incentivo ao Uso de Bicicleta. As alterações preveem a implementação de infraestrutura cicloviária em novas obras do estado do Paraná. "As alterações e revisões que apresentamos buscam oferecer mais segurança e fortalecer a utilização da bicicleta como modal de transporte e ferramenta de turismo, além de incentivar a prática de atividades físicas e saudáveis em todo o estado”, destacou.

Modal efetivo
Paulo Litro ressaltou que a utilização da bicicleta como um modal efetivo de transporte exige que o poder público ofereça mais estrutura e segurança para os ciclistas. Dados do Ministério da Saúde apontam que o Paraná, no período entre 2001 a 2017, foi o segundo estado que mais registrou mortes de ciclistas no trânsito, atrás apenas de São Paulo. Foram 2.618 fatalidades, o que representa 10,9% do total.

É fake news
O ex-senador creditou a fake news e a adversários maldosos que espalharam da provável filiação ao Podemos do irmão Alvaro Dias, líder da sigla no Senado. Osmar Dias diz que está contente com sua vida na iniciativa privada e que não pensa, em qualquer hipótese, em voltar à política

Sobrinho de Moro
A sobrinha de 18 anos do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança) foi vítima de um assalto seguido por sequestro relâmpago em Maringá. Um casal invadiu o carro da moça na zona sul da cidade e após bater contra um barranco em uma estrada de terra, fugiu e deixou a jovem, que não ficou ferida.

Governadores
Os sete governadores das regiões Sul e Sudeste - Ratinho Junior (PSD-PR), Eduardo Leite (PSDB-RS), Carlos Moises (PSL-SC), Romeu Zema (Novo-MG), Wilson Witzel (PSC-RJ), João Doria (PSDB-SP) Renato Casagrande (PSB-ES) - vão se reunir em Foz do Iguaçu nos dias 28 e 29 de fevereiro. Na pauta, políticas públicas integradas para o desenvolvimento das duas regiões que representam 72% do PIB e metade da população nacional. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fará uma palestra.

Grupos de trabalho
O encontro terá 15 grupos de trabalho divididos nos seguintes temas: Fazenda e Planejamento; Desenvolvimento Econômico; Agricultura; Turismo; Inovação, Ciência e Tecnologia; Educação, Meio Ambiente e Infraestrutura; Logística e Transporte; Saúde Pública; Segurança Pública, Administração Penitenciária; Gestão e Planejamento; Controle e Transparência e Reforma da Previdência.

Carta de Foz
Ao final do encontro será divulgada a Carta de Foz do Iguaçu reunindo as deliberações dos governadores e dos grupos de trabalho. Os governadores devem reafirmar o apoio às reformas estruturais em âmbito federal e às medidas econômicas essenciais à retomada do crescimento econômico e ao equilíbrio fiscal da União, estados e municípios.

Meta
O Brasil Mais, programa do Ministério da Economia, para melhorar a gestão e a produção das micro e das pequenas empresa pretende atender 200 mil empregadores até 2022. O programa usará metodologias e ferramentas de baixo custo para melhorar a capacidade de gestão e de produção, reduzir desperdício e aprimorar processos, em um cenário de transformação digital. Os setores beneficiados serão a indústria, o comércio e os serviços.

MP do Agro
Relatada por Pedro Lupion (DEM-PR), a Câmara dos Deputados provou a MP do Agro que amplia em R$ 5 bilhões os créditos de financiamento para o agronegócio no Brasil. A MP seguiu para o Senado que tem até 10 de março para aprová-la, senão perderá a validade.

Prazo
O Ministério Público deu prazo de 72 horas para que três proprietários de imóveis em Maringá, com focos de dengue, providenciam a limpeza das áreas. Na cidade, 1.000 pessoas já ficaram doentes depois de contraírem a doença. Conforme o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, 1.094 casos eram investigados. No Paraná, 20.563 pessoas ficaram doentes de agosto de 2019 até a primeira semana de fevereiro deste ano.

 

Isenção
O deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) apresentou projeto de lei que prevê a isenção do pagamento da tarifa residencial de abastecimento de água e esgotamento sanitário as unidades consumidoras habitadas por famílias carentes, consideradas em situação de vulnerabilidade social.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Eu vou

Eu vou

O ex-deputado Valdir Rossoni (PSDB) garantiu que vai colocar seu nome à disposição disputar a eleição de prefeito em União da Vitória. "A cidade precisa de um prefeito que tome medidas amargas para garantir que os aposentados daqui a dois anos não deixem de receber suas aposentadorias". Rossoni sugere que o fundo previdenciário municipal está falido.


Enxugar
Em segundo lugar, como ação de governo, Rossoni defende "enxugar a máquina" como diz ter feito na Assembleia Legislativa "para voltar a ter capacidade de investimento". "Investimentos de hoje ou é dinheiro que arrumamos ou empréstimo que o próximo prefeito vai pagar. Pagar como?", questiona.


Unale
O deputado Anibelli Neto (MDB) participou em Brasília da posse da nova diretoria da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais). O deputado assumiu a secretaria da Unale para o Paraná "com a missão de levar as reivindicações e trazer as soluções para diversas pautas de interesse do legislativo paranaense".

Participação
A audiência da Anac para as concessões dos aeroportos de Foz do Iguaçu e Curitiba (Afonso Pena e Bacacheri) será realizada no dia 9 de março no Mercure Aeroporto em São José dos Pinhais.

Quinzena Laranja
A deputada Maria Victória (PP) apresentou projeto de lei que garante às mulheres vítimas de violência doméstica o direito de zelar por suas vidas. "Vamos trabalhar para implantar a Quinzena Laranja de Combate ao Feminicídio. É uma campanha da ONU aderida por 192 países, incluindo o Brasil. Com essa iniciativa o Paraná será o primeiro estado a inserir no calendário oficial a Quinzena Laranja, do dia 25 de novembro a 10 dezembro de cada ano." Segundo a deputada a data alerta para a urgente necessidade de prevenir e eliminar a violência contra as mulheres e meninas.

Maioridade penal
Em entrevista ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) defendeu a redução da maioridade penal para 16 anos para crimes “gravíssimos”.

Posse de armas
O deputado ao ministro faria a associação entre a queda no número de homicídios e a flexibilização da posse de armas de fogo. Moro se esquivou e disse que é difícil definir as causas “que levam ao incremento da violência assim como as causas que levam à diminuição” e desconversou, afirmando que a "flexibilização provavelmente não levou ao incremento, mas também não se pode dizer que levou a uma diminuição".


Casos de violência
O deputado Delegado Francischini (PSL) apresentou projeto de lei determinando aos condomínios do Paraná a comunicação de indícios ou ocorrência de casos de violência contra mulher, crianças, adolescentes e idosos. O deputado participa da campanha de conscientização sobre assédio e importunação sexual no Carnaval, promovida pela Abrabar.

Força Nacional
O Ministério da Justiça e Segurança autorizou a prorrogação da Força Nacional no apoio às forças locais, no Paraná e em outros três Estados. As ações de segurança estarão concentradas nas capitais e regiões metropolitanas. No Paraná, a operação continuará em São José dos Pinhais.

"Não atende"
O deputado Galo (Pode) disse estar indignado com o desprezo do partido. "Deixo aqui um desabafo e um esclarecimento para meus eleitores. O Podemos não me respeita. Eu tenho compromisso com os meus eleitores e tenho demonstrado isso na Assembleia Legislativa, mas o Podemos me largou, passou-se um ano e eu nunca consegui conversar com a diretoria nacional do Podemos, Foram inúmeras as desculpas, simplesmente não me atende".


Que garantias?
O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força tarefa da Lava Jato, afirma que a proposta de juiz de garantias previsto em lei recente poderia ser um avanço, mas nos países nórdicos. "No Brasil, contudo, funcionará como uma quinta instância que aumentará a morosidade e a impunidade num sistema já lento e leniente em relação a crimes econômicos como a corrupção", disse em artigo publicado na imprensa.

Concessão
O deputado Ricardo Barros (PP) participa hoje de audiência pública na Assembleia Legislativa que vai debater as novas concessões rodoviárias do Paraná. O encontro proposto pelo deputado Tião Medeiros (PTB) reúne representantes do Estado, da Agepar, do setor produtivo e da sociedade civil.


Misuta no MDB
O presidente estadual do MDB, João Arruda, abonou a ficha de filiação do advogado Nelson Águila Misuta, já apontado como pré-candidato a prefeito de Londrina. "O Delegado Misuta é professor, servidor público, arquiteto, advogado, contador e sabe o que o povo de Londrina precisa e também sabe como fazer uma boa gestão a frente da prefeitura. Também fizemos filiações de novas lideranças para a formação da chapa de vereadores do novo MDB".

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Carta do Paraná

Carta do Paraná
Deputados, prefeitos, vereadores e entidades municipalistas lançaram ontem a "Carta do Paraná" em que "declaram repúdio" às propostas do governo federal e do senador Oriovisto Guimarães (Pode-PR) que preveem a extinção das cidades de com menos de cinco mil moradores e com menos de 10% de receitas próprias. No Paraná, 104 cidades e cerca de 500 mil pessoas podem ser afetadas com medida se aprovada na PEC do Pacto Federativo.

 

Desrespeito

"(as propostas) desrespeitam a história dos 104 municípios que podem ser atingidos no Paraná, a importância social, econômica e cultural dos mesmos, além de demonstrarem profundo desconhecimento a realidade dos pequenos municípios que executam as políticas públicas essenciais ao desenvolvimento do Estado e da União e de respeito aos direitos fundamentais dos cidadãos", diz a carta.

 

Frente

O deputado Romanelli (PSB), que convocou e coordenou a audiência, propôs a formação de uma frente municipalista em defesa das cidades paranaenses e afirmou que a carta será enviada aos 81 senadores, em especial aos três paranaenses - Alvaro Dias (Pode), Flávio Arns (Rede) e Oriovisto Guimarães - aos 531 deputados federais, dos quais, 30 do Paraná.

Lotada

A audiência pública teve a participação de mais de 500 pessoas, a maioria prefeitos e vereadores - e teve que ser mudada de local. Do plenarinho ou plenário do legislativo. Vinte e cinco deputados participaram do encontro: Romanelli (PSB), Ademar Traiano (PSDB), Alexandre Curi (PSB), Artagão Junior (PSB), Hussein Bakri (PSD), Professor Lemos (PT), Tadeu Veneri (PT), Tercílio Turini (Cidadania), Adilson Chiorato (PT), Subtenente Everton (PSL), Goura (PDT), Cobra Repórter (PSC), Anibelli Neto (MDB), Marcel Micheletto (PL), Dr. Batista (PMN), Tiago Amaral (PSB), Galo (Podemos), Luciana Rafagnin (PT), Gilson de Souza (PSC), Cristina Silvestri (Cidadania), Nelson Luersen (PDT), Evandro Araújo (PSC), Requião Filho (MDB), Paulo Litro (PSDB) e Reichembach (PSC).

 

Tchutchuca e tigrão

O deputado Hussein Bakri (PSD), líder do Governo na Assembleia Legislativa, disse que autores da proposta - ministro Paulo Gudes (Economia) e senador Oriovisto Guimarães (Pode) - se comportam como "tchutchucas" em Brasília e como "tigrões" ao tratar do assunto com prefeitos, vereadores e lideranças municipalistas. "Minha proposta é simples. Na próxima eleição, não vou dobrar (fazer campanha) com deputados ou senador que defendem a extinção dos municípios", disse Bakri.

Voto de repúdio

Na audiência pública, o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), propôs um voto de repúdio ao senador Oriovisto Guimarães (Pode). Foi aplaudido. Traiano disse que a defesa dos municípios parananenses "é de todos os deputados e as deputadas" do legislativo paranaense.

 

Desculpas

O deputado Marcel Micheletto (PL) pediu desculpas aos prefeitos e vereadores presentes na audiência por pedir para eles, nas eleições de 2018, voto ao senador Oriovisto Guimarães (Pode).

Desabafo
O presidente da AMP, Darlan Scalco (PSDB), prefeito de Pérola, desabafou na audiência pública e até se perdeu "nas palavras". "Os pequenos municípios são os que geram a riqueza que alimenta para o Brasil. Todos os prefeitos querem cortar os custos da máquina pública. Nós queremos um corte justo. Oitenta por cento dos municípios brasileiros não têm esse índice (10% de receitas próprias). No governo, ninguém sabe quem fez esse projeto".

Podem expulsar
O deputado Galo (Podemos), é do mesmo partido do senador Oriovisto Guimarães, ligou para o senador e pediu explicações sobre a proposta da extinção dos municípios. Galo reiterou que é contra a proposta e disse mais: "se quiserem podem me expulsar do partido".

 

Apoio total

O deputado Valter Zanchin (MDB-RS), representante da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos), disse que o movimento contra a proposta de extinção dos municípios conta com apoio de todos os deputados estaduais do país. "No bolo tributário, os mais de 1,2 mil municípios equivalem a 0,6% e a União repassa 3,3% do orçamento".

Apoio II
Além da Unale e AMP, apoiaram a "carta do Paraná, as seguintes entidades: CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Unale (União Nacional dos Legislativos), Uvepar (União dos Vereadores do Paraná) e associações municipais como a Amunop, Amunpar, Amerios, Comcam, Amop, Amsulpar, Cantuquiriguaçu, Amocentro e Amenorte.

 

Menos
Rumor nos bastidores do legislativo diz que o senador Alvaro Dias (Pode) vai propor uma emenda reduzindo a extinção/incorporação à aquelas com menos de 2,5 mil habitantes. Nesse caso, nove cidades do Paraná serão afetadas: Altamira do Paraná, Esperança Nova, Jardim Olinda, Mirador, Mariselva, Nova Aliança do Ivaí, Santa Inês, Santo do Paraíso e São Pedro do Paraná.

 

Cobrança
O deputado Romanelli (PSB) afirmou que o senador Oriovisto Guimarães segue a mesma logica de mercado - "cidade tem que dar lucro". "A empresa do senador, depois de receber R$ 440 milhões de créditos presumidos de ICMS, deixou o Paraná e agora pretende receber mais R$ 130 milhões do Estado", Segundo o deputado, fechamento da empresa deixou 10 mil trabalhadores desempregados.

Palavra de Oriovisto
Em nota, o senador Oriovisto Guimarães (Podemos) afirma que seu projeto de lei possibilita a fusão e a incorporação de municípios, além de estabelecer um mecanismo especial para induzir a fusão de municípios menores que cinco mil habitantes. O senador diz que o projeto vai ao encontro de enxugar os gastos com a máquina pública para garantir mais investimentos em setores essenciais à população, como saúde e educação. Mesmo assim, as fusões só podem ocorrer se aprovadas por plebiscitos, respeitando os anseios dos cidadãos.

Palavra II
Todavia, segundo o senador, com a iniciativa do governo federal em fazer uma proposta diferente, a apreciação do seu projeto ficou suspensa. "O que se discute hoje na PEC do Pacto Federativo é de autoria do governo e não mais do senador Oriovisto", diz a nota da assessoria do senador.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Cidades

Cidades
Mais de 250 lideranças, a maioria prefeitos e vereadores, confirmaram presença hoje na audiência pública na Assembleia Legislativa que formará uma frente municipalista contra o item do PEC do Pacto Federativo que trata da extinção das cidades com menos de cinco mil moradores. O deputado Romanelli (PSB) aponta que no Paraná serão 104 cidades e 500 mil pessoas afetadas e um prejuízo de R$ 682 milhões ao Estado.

Novo Coronavírus
Por proposição do deputado Michele Caputo (PSDB), a Assembleia Legislativa faz nesta quinta-feira (13), a partir das 8h30, audiência pública para tratar do novo coronavírus. Autoridades municipais, estaduais e federais vão esclarecer sobre o que está sendo feito para prevenir casos e até uma possível epidemia da doença.

Contorno Sul
O Congresso Nacional aprovou emenda do deputado Gustavo Fruet (PDT-PR), ao Plano Plurianual de 2020 a 2023 para as obras de revitalização do contorno sul de Curitiba. Fruet previa R$ 450 milhões, mas R$ 300 milhões foram aprovados e agora o PPA segue para a sanção do presidente da Jair Bolsonaro.

Popularidade
O presidente Jair Bolsonaro é o terceiro chefe de governo mais popular do mundo nas redes sociais. O brasileiro fica atrás apenas de Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, e do presidente dos EUA, Donald Trump. É o que aponta o Índice de Popularidade Digital (IPD), elaborado pela consultoria Quaest.

Filiação
O senador Alvaro Dias, líder do Podemos, estará em Foz do Iguaçu no próximo sábado (15). Alvaro e o senador Oriovisto Guimarães, também do Podemos, são os convidados na filiação do ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi ao partido.

Filiação II
Os deputados Ricardo Barros e Schiavinato, lideranças do PP do Paraná, abonam nesta sexta-feira, 14, em Umuarama, a ficha de filiação do engenheiro agrônomo Antonio Carlos Fávaro que deverá disputar as eleições a prefeito pelo partido em outubro. Os deputados também vão se reunir com a comissão que pede a duplicação da rodovia PR-323.

Dengue Mata
O novo boletim do Secretaria Estadual de Saúde informa que o Paraná tem 20.563 casos confirmados de dengue e 3.446 em investigação. O número de notificações subiu para 64.825, um aumento de 31,05% em sete dias. Ao todo, 62 cidades estão em situação de epidemia. As prefeituras têm intensificado a campanha "Dengue Mata", mas afirmam da necessidade de mais e da efetiva participação da população.

Bancada feminina
Existe um ambiente na Câmara dos Deputados em que esquerda e direita se sentam à mesma mesa e onde as diferenças ideológicas são posicionadas em segundo plano. Há reuniões periódicas para diálogo e até grupo de whatsapp para troca de ideias. Parlamentares se unem pelo que têm em comum e lutam por causas conjuntas. Esse ambiente é a bancada feminina. São 77 as deputadas atualmente com mandato na Câmara, o que corresponde a 15% do total da Casa.

Desafios 2020
O deputado Aliel Machado (PSB) disse que 2020 será um ano de muitas polêmicas no legislativo federal. “Teremos temas sensíveis para serem debatidos. Fui eleito vice-presidente da Comissão da Condenação em Segunda Instância e defendo uma mudança na Constituição para acabar com a morosidade da Justiça. Vamos trabalhar muito forte no combate aos privilégios”, avisa.

Investimento
A Volvo anunciou investimento adicional de R$ 1 bilhão no Brasil. O valor será aplicado entre 2020 e 2023 e voltado para o desenvolvimento de caminhões e ônibus. A empresa, que produz veículos de carga em Curitiba, acredita que o mercado continuará a crescer apesar dos riscos e minimiza os efeitos do coronavírus na economia.

Para federal
O secretário Marcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo), deputado estadual pelo PSD, apesar de ser apontado como forte concorrente a prefeitura de Campo Mourão com apoio do governador Ratinho Junior, pretende mesmo disputar uma das 30 vagas do Paraná na Câmara dos Deputados em Brasília nas eleições de 2022.

Canal de denúncias
A Sanepar lançou o “canal”, através do número 0800-5803756, e estuda com o Procon como vai tratar das denúncias pelo telefone. Segundo a companhia, o canal tem o objetivo de levantar condutas inadequadas dos empregados e de fornecedores. O lançamento deste canal faz parte da governança corporativa e das práticas de compliance adotadas pela Sanepar.

Universidades
O Governo do Paraná encaminhou para a Assembleia Legislativa projeto de lei que regulamenta todos os cargos em comissão e as funções gratificadas de direção, chefia e assessoramento das sete universidades estaduais e dos hospitais universitários. A reforma administrativa garante estabilidade para as gestões e extingue vácuos interpretativos, além de propor enxugamento de 614 cargos, com economia anual de R$ 6,2 milhões aos cofres públicos.

Manutenção da frota
Após o deputado Soldado Fruet (Pros) pedir ao TCE, a Secretaria de Administração suspendeu o pregão eletrônico para gerenciamento da manutenção da frota de 18 mil veículos do Estado. As propostas seriam abertas nesta quinta-feira (12), mas segundo a Seap trata-se de uma decisão administrativa para ajustes no edital, que foi questionado pela 5ª Inspetoria do TCE e será republicado em data ainda indefinida.

Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Paraná Trifásico

Paraná Trifásico
Neste ano, a Copel vai construir 182 quilômetros de linhas trifaseadas na área rural da região Sul, atendendo as cadeias produtivas do fumo e da madeira. No total, serão 25 mil quilômetros de redes trifásicas no Paraná num investimento de R$ 2,1 bilhões. “A Copel é uma das melhores empresas de energia do País e, sob o comando do Daniel Pimentel Slaviero, um jovem dinâmico e competente, o nível de excelência do trabalho tem crescido a cada dia. O Paraná Trifásico vai revolucionar a qualidade da energia no campo, algo que não era feito desde a década de 80”, afirma o deputado Hussein Bakri (PSD).

Antifraude
A economia gerada por operações especiais antifraude mais do que dobraram em 2019. Segundo o Ministério da Economia, as ações resultaram em economia de R$ 961 milhões. O cálculo considera os recursos que o governo deixará de pagar após a desarticulação de esquemas criminosos pela Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista.

Chave de ouro
Quase 300 mil pessoas (298.910) e R$ 2,5 bilhões em movimentação. Esses são os números da 32ª edição do Show Rural Coopavel encerrada mesta sexta-feira, 7, em Cascavel. O balanço foi apresentado pelo presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, que adiantou que a 33ª edição será entre os dias 1º e 5 de fevereiro de 2021.

Requião na disputa
O ex-deputado João Arruda pode abrir mão da disputa a prefeito na eleição municipal de 2020 em Curitiba. Segundo Rogério Carboni, presidente do diretório municipal, o ex-deputado vai ceder sua vaga no partido para o ex-senador Roberto Requião. “Como Requião se manifestou interesse em ser candidato a prefeito pelo MDB, é natural que João Arruda abra mão da indicação em favor do senador", disse Carboni.

Vereança
João Arruda, segundo Carboni, já coordena o plano de governo do MDB e a formação das chapas de vereadores. O ex-deputado pode, inclusive, concorrer a vereança para fortalecer o partido em Curitiba.

Samu
O Samu no Vale do Iguaçu começa a ser implantado nesta semana e o serviço estará completo em 90 dias. Neste período, médicos e enfermeiros devem ser contratados, seja através de licitação ou concurso público. Entre as novidades, o serviço vai receber sete ambulâncias.

Atenção especial
O prefeito Chico Brasileiro (PSD) disse à imprensa que o governador Ratinho Junior tem uma “atenção especial” quando se trata da destinação de recursos e investimentos estaduais para Foz do Iguaçu e também agradeceu o apoio que está recebendo dos deputados Hussein Bakri (PSD) e Sandro Alex (PSD), secretário de Infraestrutura e Logística. “Em qualquer projeto e programa, o governador faz questão de incluir Foz. Isso demonstra o carinho e atenção especial pela cidade”, disse. Serão investidos cerca R$ 532,4 milhões em obras (ponte, perimetral leste, reforma do aeroporto, duplicação do acesso ao aeroporto). A grande parte desses recursos será custeado pela Itaipu Binacional.

Ruas do Paraná
Programa Ruas do Paraná, propõe a requalificação das vias urbanas, é uma das cinco propostas selecionadas, entre as 97 concorrentes de diversas partes do mundo, no Fórum Mundial de Urbanismo em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.

Vacina Brasil
Começou ontem mais uma fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Desta vez com foco nas crianças e adolescentes de 5 a 19 anos de idade. A campanha faz parte do movimento Vacina Brasil e se estende até 13 de março, com dia D de vacinação contra o sarampo marcado para 15 de fevereiro.


Agepar

O governador Ratinho Junior vai encaminhar a Assembleia Legislativa, projeto de lei que prevê a reformulação da Agepar, agência estadual responsável pela fiscalização de concessões, entre elas a do pedágio. As atuais concessões do pedágio terminam em 2021 e o governo também pretende, através da Agepar, acelerar as parcerias público-privadas para impulsionar investimentos.


‘Perseguidos’
A ofensiva deflagrada por deputados para mudar de partido sem o risco de perder o mandato ganha força nos bastidores do TSE. Na lista de argumentos utilizados pelos políticos estão a retaliação de dirigentes, perseguição, discriminação política e falta de democracia interna e transparência.

Prêmios
A Escola Nacional de Administração Pública está oferecendo prêmios de R$ 75 mil e 100 mil. O primeiro é para quem apresentar a melhor sugestão sobre como o governo deve atrair e selecionar profissionais para cargos comissionados. O segundo é para melhorar o custo no transporte administrativo como documentos. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região tem expertise na digitalização de processos e vem transferindo a tecnologia para outros órgãos. A Assembleia Legislativa do Paraná adotou o sistema e o classificou de "papel zero".

Desafio
O procurador Deltan Dallagnol faz um paralelo entre as operações Mãos Limpas, da Itália, e a brasileira Lava Jato. "Ambas, filhas da busca pela democracia e do desejo de um país mais honestos, sofreram o mesmo destino. Isto porque, como na Itália, no Brasil há uma perversa associação do poder político e do econômico para roubar o país. O capitalismo de compadrio distribui cartas marcadas. No seu jogo, eles nunca devem perder. Entretanto, procuradores, juízes e policiais ousaram usar a lei para desafiá-los e, em alguns momentos, venceram".


Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Gado Purunã

O Show Rural conta com 40 animais Purunã para exposição e comercialização. Reconhecida oficialmente pelo Ministério de Agricultura há dois anos, a raça de corte paranaense vem conquistando pecuaristas em todas as regiões brasileiras. “O objetivo é chegar a todos os estados do Brasil até o final de 2020, e já há criadores também no Paraguai”, anuncia Piotre Laginski, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Purunã (ABCP). Laginski afirma que a ABCP vai firmar no Show Rural um contrato com para ampliar a oferta de sêmen Purunã no Brasil e no exterior.

Raça paranaense
O Purunã é resultado de mais de 30 anos de estudos e cruzamentos envolvendo as raças Charolês, Aberdeen Angus, Caracu e Canchim. O Charolês contribuiu com a velocidade de ganho de peso, grande rendimento de carcaça e elevado percentual de carnes nobres. Angus conferiu precocidade, tamanho adulto moderado e temperamento dócil, além de carne macia e com alta qualidade de marmoreio. Caracu e Canchim transmitiram rusticidade, tolerância ao calor e resistência aos parasitas.

Vantagens da raça
As vacas Purunã se destacam pela habilidade materna e boa produção de leite, características herdadas de Caracu e Angus. Já os touros vêm agradando os pecuaristas pelo bom desempenho em áreas de clima mais quente. A precocidade sexual é outro ponto positivo. Novilhas e tourinhos criados em sistema extensivo com suplementação podem chegar à idade reprodutiva em cerca de 15 meses. De acordo com a ABCP, Purunã pode ser adotada tanto para criação exclusiva quanto em cruzamentos com vacas Nelore e aneloradas, visando terminação.

Agrocete 40 anos
A Agrocete participa do Show Rural em meio à comemoração de 40 anos de fundação. A empresa de Ponta Grossa é referência internacional na área de adjuvantes, fertilizantes especiais e inoculantes. O estande da Agrocete conta com demonstrações técnicas de produtividade em culturas como Soja, Milho, Trigo e Feijão; apresenta resultados práticos e comparativos da eficiência dos produtos GRAP Grad, GRAP CoMo raiz e também o efeito desalojante do GRAP Evic-S no milho.

Parceria com Tecpar
O Tecpar e a Fundetec assinaram termo de cooperação para apoiar o empreendedorismo tecnológico no Paraná. O foco principal é na área de agroindústria e de energia. Uma das ações previstas é o apoio a empreendedores que buscam desenvolver seus negócios em incubadoras tecnológicas. A parceria prevê a coincubação de empresas na Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) e no Centro Incubador Tecnológico da Fundetec. Com isso, empresários podem compartilhar experiências e infraestrutura das duas instituições.

Inovando
Criada em 1989 para estimular a geração e instalação de empresas de base tecnológica no Paraná, a Intec foi a primeira incubadora do Estado com este perfil. Ao longo de sua história já deu suporte a mais de 100 negócios inovadores. Atualmente, seis empresas passam pelo programa da Intec, com o desenvolvimento de tecnologias em diversas áreas: Compracam, Forrest Brasil Tecnologia, Toys for Boys – Chemistry Automotive, Bley Energias, IJP e Plantae. Hoje a incubadora oferece vagas de incubação nas modalidades residente e não residente para empresas de Curitiba, Araucária, Jacarezinho e outras cidades que compõem o Sistema Regional de Inovação do Norte Pioneiro: Santo Antônio da Platina, Bandeirantes, Andirá e Cambará.

Paraná Trifásico
A Copel vai iniciar o Paraná Trifásico, o maior programa de eletrificação rural do Brasil, que prevê 6 anos de investimentos na rede elétrica rural de todo o Paraná. Serão 25 mil quilômetros de redes trifásicas e investimentos da ordem de R$ 2,1 bilhões. O início das ações foi confirmado pelo presidente Daniel Slaviero em reuniões com empresários e produtores do Oeste e Sudoeste paranaense. “O Paraná Trifásico é o maior programa de eletrificação rural desde a década de 80 e vai revolucionar a qualidade da energia no campo”, explicou.

Cultivar de feijão
Embrapa Arroz e Feijão lançou no Show Rural o feijão especial Calima BRS FS305, uma variedade com alto potencial de produtividade (rende 3.500 kg/ha) indicada, principalmente, para os estados de São Paulo - para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno), Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul - para cultivo nas épocas da seca e das águas. A cultivar apresenta grãos rajados tipo exportação e como características agronômicas se destaca o porte semiereto, a inserção de vagens altas em relação ao solo proporcionando adaptação à colheita mecânica direta. De ciclo semiprecoce, em torno de 75 dias, esta variedade de feijão desenvolve um bom sistema radicular e apresenta resistência moderada à antracnose.

Saúde e segurança
Nesta quinta-feira, 6, a Sala de Reuniões da Administração do Show Rural recebe o encontro mensal dos profissionais da área de Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho que atuam em todas as dez cooperativas das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. O objetivo da reunião, que contará com representantes do Sistema Ocepar e do Sescoop/PR (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Paraná), é tratar da engenharia para a realização de cursos e treinamentos integrados em 2020.

Investimento em Toledo
A empresa de medicamentos Prati-Donaduzzi confirmou investimentos de R$ 650 milhões nos próximos três anos na ampliação da sua planta em Toledo. Serão 350 novos empregos diretos. A Prati-Donaduzzi é a maior fabricante de medicamentos genéricos do País, com capacidade produtiva de 12 bilhões de doses terapêuticas por ano. Hoje já gera 4,5 mil empregos. A marca estima presença em mais de 55 mil farmácias, 36 mil Unidades Básicas de Saúde e impacto diário na vida de 25 milhões de brasileiros.

Fiep mira o Japão
A Fiep promove na segunda-feira, 10, o Encontro de Negócios com o Japão. O evento vai tratar especificamente dos setores Agroindustrial, Tecnologia da Saúde, Alimentos, Tratamento de Resíduos Sólidos e Tecnologia da Informação. É a oportunidade para os empresários paranaenses divulgarem produtos e serviços e negociarem diretamente com empresas japonesas interessadas em negócios e parcerias. O encontro é voltado a importadoras e exportadoras, órgãos e instituições governamentais, universidades e institutos de pesquisa. O evento é realizado em parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão, a Agência Paraná de Desenvolvimento e a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná.

Novo rebocador
Os portos do Paraná receberam um reforço nas operações de apoio marítimo. Trata-se de um novo rebocador, maior e mais potente, que se junta aos outros 11 que já atuam nos terminais paranaenses. O Starnav Electra tem 32 metros de comprimento, 11,6 metros de largura (boca) e calado de 6,03. A tração estática da embarcação é de 81,5 toneladas. A embarcação da Starnav veio do estaleiro Detroit, no Litoral catarinense, onde foi construída, direto para o Litoral do Paraná. Chegou terça-feira, 04, e já realizou uma manobra teste, atracando um navio de fertilizantes no Porto de Antonina. A tripulação (composta por quatro profissionais) permanece em treinamento com o novo equipamento durante toda esta semana.

Recuo chinês
A China pisou no freio e comprou menos soja do Brasil neste início de ano, de acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo. Em janeiro, os chineses adquiriram 1,1 milhão de toneladas da oleaginosa no país, somando 74% do total exportado. Esse percentual é o menor dos últimos seis anos nos meses de janeiro. No ano passado, quando chineses e americanos estavam impondo taxas mútuas sobre as importações, 93% da soja que saiu do Brasil foi para a China. O milho foi outro produto que teve um desempenho externo bem inferior ao do ano passado. O país exportou 2,29 milhões de toneladas do cereal, 40% menos do que em janeiro de 2019.

Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

PIB na veia
Divulgação
Cesar Silvestri (Foto: Divulgação)

A construção civil é um dos motores da economia. Quando ela vai bem, impulsiona empregos, renda e aumenta a arrecadação dos governos. Ou, no jargão usado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o crescimento do setor é “PIB na veia”. No Paraná, Guarapuava é exemplo disso. Entre 2018 e 2019, a construção civil cresceu 36% na cidade. Foi o melhor resultado de todo o Estado. A redução de taxas de juros e a facilidade de crédito impulsionaram o mercado de imóveis, mas, para o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, o principal fator foi a criação de um ambiente propício para investimentos no município. 

PIB na veia II

“A união de esforços públicos e privados nos últimos anos transformou a cidade. Hoje temos conexão de voos para o mundo direto de Guarapuava, os acessos rodoviários foram ampliados, assim como a rede de esgoto. Guarapuava ganhou shopping, campus da UTFPR, um curso de medicina e dois novos hospitais. Em breve teremos o Centro de Inovação Tecnológica e o Instituto de Pesquisa para o Câncer. Tudo isso não só movimenta a construção civil como ajuda a atrair mais empreendimentos para a cidade”, afirma. E, é claro, as finanças do município vão muito bem. Para quem não havia entendido o jargão da CBIC, esta é a tradução de PIB na veia.

Sessões legislativas

O governador Ratinho Junior abriu os trabalhos do retorno das sessões na Assembleia Legislativa e agradeceu aos deputados pelo apoio aos projetos da reforma do Estado. "Isso ficará como legado às futuras gerações", disse ao anunciar que em breve lançará o programa que vai fornecer três merendas escolares a estudantes do ensino básico estadual de 50 cidades das regiões mais pobres do estado. Ratinho Junior disse ainda que vai lançar o programa Primeiro Emprego que será destinados aos jovens paranaenses e que "será o maior do Brasil".

Guto Silva

O chefe da Casa Civil, deputado Guto Silva (PSD), acompanhou o governador Ratinho Junior na abertura dos trabalhos legislativos deste ano.

Universidades

Relatora do PEC que libera o teto de gastos de recursos próprios obtidos pelas universidades, a deputada Luísa Canziani (PTB-PR) defende que as escolas de ensino superior participem da confecção das políticas públicas. "As universidades precisam participar da construção de projetos acerca do tema do ensino superior. Decisões não podem ser tomadas de forma unilateral. A liberação dos recursos próprios é de suma importância para que o Brasil continue investindo no ensino superior, na ciência e na tecnologia", disse Luísa do proposta que será votada ainda neste semestre no Congresso Nacional.

Restaurante novo

Os servidores da Assembleia Legislativa agora podem acessar e almoçar em restaurante no próprio prédio do legislativo. O presidente Ademar Traiano (PSDB) e o 1º secretário Luiz Claudio Romanelli (PSB) entraram na fila do bandejão. O deputado Ricardo Barros (PP) e a ex-governadora Cida Borghetti (PP) também almoçaram no local.

Nova sede

A Câmara Municipal de Curitiba retomou, os trabalhos legislativos e o presidente Sabino Picolo (DEM) disse que a nova sede do legislativo municipal deve ficar pronta na próxima legislatura. "Pode ser que a gente comece o projeto esse ano para a próxima legislatura entregar esse prédio para a cidade". Picolo 

disse que foram devolvidos aos cofres públicos, em 2019, a soma de R$ 25 milhões. O dinheiro vai reforçar, principalmente, o orçamento dos serviços de saúde. 

Cassinos

"A legalização de cassinos vai reduzir a lavagem de dinheiro, aumentar a arrecadação de impostos, gerar milhares de postos de trabalho e inúmeras oportunidades em nosso país. Apostas clandestinas são feitas diariamente em todo o país, e conversamos com o ministro e o presidente da Embratur para engrossar o movimento que temos na Frente Parlamentar pela Legalização dos Jogos. Esse ano iremos nos dedicar ainda mais no projeto para ver se conseguimos aprová-lo" - do deputado Vermelho (PSD) que defende a liberação dos cassinos no País.

Arrecadação

Segundo o deputado, o Brasil deixa de arrecadar cerca de R$ 18 bilhões por ano com a falta de regulamentação dos jogos. "A cadeia produtiva será a beneficiada com a geração de empregos nos cassinos e resorts, assim como empregos indiretos a taxistas, motoristas de vans, garçons, cozinheiras e outros. Todos os meses, 200 mil brasileiros saem do país para jogar no exterior. Com a regulamentação, grande parte desse dinheiro ficará no país".

Candidato em Londrina

O presidente estadual do MDB, João Arruda, adianta que o partido MDB terá candidato a prefeito em Londrina. "O MDB é muito grande e não pode ficar a reboque de outras siglas. Nós vamos ter candidato próprio a prefeito, não tenha dúvida”, disse.  

Cancelados

O TRE-PR informou que 150 mil títulos de eleitor estão cancelados. São eleitores que não votaram, não fizeram biometria ou não justificaram ausência por pelo menos três eleições consecutivas. O prazo para regularização é 6 de maio. Esses eleitores podem comparecer em qualquer cartório eleitoral, munidos de documento com foto, comprovante de residência e quitação militar, para os homens, para regularizarem a sua situação.

Central

Nas eleições municipais de outubro, o TRE terá uma central de checagens para combater a disseminação de informações falsas. "Todos acompanharam os problemas que aconteceram na eleição de 2018 com as desinformações e as fake news. Não se esperava que as mentiras viessem tentando atingir a própria credibilidade da Justiça Eleitoral, colocando em dúvida a lisura do pleito", disse Tito Campos de Paula, novo presidente do tribunal.

"Bala no rabo"

Na Câmara dos Deputados, Sargento Fahur (PSD) reforçou aos seus eleitores para que veio.  "Enquanto estiver vivo vou continuar a aporrinhar a vida dos vagabundos. Agora, como deputado federal, com a caneta. Mas se precisar tem revólver e pistola na cinta para enfiar bala no rabo desses vagabundos dos infernos".

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br