Negócios e Oportunidades
Contadores de histórias mobilizam a sociedade por um mundo melhor

Uma gestora com uma carreira promissora decidiu abandonar sua profissão para realizar um sonho:levar alegria a pessoas em situações de dor e sofrimento. Conversamos com Roseli Bassi, diretora-fundadora do Instituto História Viva.

Como se deu sua incursão no mundo do empreendedorismo social?

O “era uma vez” começou em novembro de 2005, quando publiquei um anúncio em um jornal com os seguintes dizeres: “seja voluntário e conte histórias”. Na manhã seguinte, 120 pessoas bateram em minha porta. Nove anos depois, me tornei diretora de uma ONG responsável por formar mais de 3.000 voluntários, ouvidores e contadores de histórias em hospitais, asilos e abrigos da capital paranaense, interior do Paraná, São Paulo, Bahia, Manaus e Santa Catarina. Desde então as visitas a esses ambientes se tornaram frequentes. Hoje, o projeto simples de contar histórias emocionantes a pessoas em situações de fragilidade física e emocional cresceu e se tornou o premiado Instituto História Viva.

Quais foram os principais desafios enfrentados no início do Instituto?

Foram muitos, como o de manter a motivação dos voluntários e me capacitar para a gestão de uma organização do terceiro setor, área que eu não dominava. Mas ao perceber o resultado que o Instituto promove na comunidade, tanto em meio aos voluntários quanto na vida dos atendidos, isso me alegra e me dá forças para prosseguir.

De que maneira o Instituto atua?

O História Viva tem como objetivo maior transformar ambientes de dor e sofrimento por meio da literatura oralizada. Através deste trabalho, incentivamos a leitura, a educação e a cultura brasileira. Atualmente, o Instituto mantém parceria com 37 instituições em todo o Brasil e assiste mais de 13 mil pessoas por ano.

Como o projeto angaria recursos e de que forma é possível colaborar?

Por ser uma Organização Não Governamental, o Instituto História Viva não tem fins lucrativos. Sobrevivemos do patrocínio de empresas, mas, atualmente não contamos com esse apoio. Hoje a instituição também levanta recursos por meio da venda de produtos da marca História Viva e de serviços corporativos, como treinamentos, palestras motivacionais e aplicação de projetos. Estamos buscando novos patrocinadores para o ano de 2019. Mais informações no site www.historiaviva.org.br.

Curtas:

* A 15ª edição da Corrida Noturna Unimed Curitiba está com inscrições abertas e acontece no dia 27 de abril, na Universidade Positivo. A corrida mais divertida da cidade já faz parte do calendário dos curitibanos e, neste ano, traz novamente a versão kids para crianças de cinco a dez anos de idade. As inscrições podem ser feitas até dia 18 de abril no corridaunimedcuritiba.com.br

* Grand Hotel Rayon apresenta seu novo site. Com layout clean, amigável e interativo, o novo site do Grand Hotel Rayon já está no ar. Seguindo a temática de sua nova campanha, cujo slogan é "As melhores horas do seu dia", o hotel lança um portal mais moderno, que traz informações sobre todas as experiências que seus hóspedes podem vivenciar no local durante as 24 horas do dia. www.facebook.com/grandhotelrayon

*O Festval abrirá sua primeira loja em shopping em julho e o ParkShoppingBarigüi foi o shopping escolhido para o novo conceito de loja da marca. O varejo precisa estar cada vez mais presente nos momentos do dia a dia do consumidor. Por isso, decidiram ir para dentro de um shopping e sabendo que terão que entregar uma experiência diferente ao consumidor.

 

Frase:

“É preciso coragem para ser diferente, mas muita competência para fazer a diferença”.(Autor desconhecido)

 

Hamilton Fonseca|Seleção de Executivos|Fusões& Aquisições|[email protected]