Visão Empresarial
Como viver em um ambiente com excesso de informações?

Registro

A primeira coisa que pouca gente sabe é a diferença entre dados e informação. Dado vem do latim data e é uma espécie de registro, pode ser demonstrado mediante um número ou uma palavra, mas basicamente um dado é algo que você oferece para outra pessoa e sobre esse dado é difícil desenvolver algum tipo de raciocínio. Algo mais ou menos assim: eu te dou um dado como, por exemplo, um número da venda de uma determinada empresa o que é insuficiente para que você raciocine sobre isso e tome alguma conclusão.

Raciocínio

Agora, do dado você vai evoluir para a informação, que vem do latim também. In significa em algum lugar, significa incluir, e também a palavra formare que significa formato. Então quando eu lhe digo que tenho uma informação, eu tenho um dado que agora por ter recebido um raciocínio, está dentro de um formato e isso sim é relevante para que você profissional entenda que na maioria dos casos você está dando muita importância para dados, ou seja, para registros sobre os quais você não consegue colocar nenhum tipo de raciocínio.

Atenção

De outro lado, está desdenhando, está deixando de dar a devida atenção para as informações que constam nesses relatórios que você tanto analisa e se orgulha, ou ainda, para você prestar mais atenção somente nos dados que tem relevância para a sua vida profissional. Afinal, dar atenção para dados sem a menor relevância é algo extremamente comum no ambiente corporativo e ainda, são justamente os dados e informações que constituem os ladrões da atenção, são eles que desviam o olhar do profissional daquilo que é importante, daquilo que no máximo só é interessante. Pense nisso!