Visão Empresarial
Por que é importante rever todos os hábitos que tem no ambiente corporativo?

Automático

Nesta semana eu estou comentando aqui na Coluna Visão Empresarial sobre o que é ser um bajulador e principalmente o lado positivo de ser bajulador. Lembrando, bajulador é aquele que carrega o fardo, que carrega a carga do outro. Assim, o bajulador pode ser aquele que está auxiliando outra pessoa. Hoje eu comento da importância de você tomar cuidado no seu ambiente para não se deixar levar, se deixar guiar pelo piloto automático porque às vezes você já se acostumou a dizer não, eu não posso, eu não ajudo, eu não vou poder fazer.

 

*****

Hábito

Entretanto, nem sempre você para e pensa se realmente não pode, de verdade, prestar essa ajuda. É justamente aí que vale um hábito a ser recalibrado. É substituir esse hábito de ser negativo. Parar de negativar o que as pessoas pedem e de principalmente negar apoio sem ao menos pensar sobre o que está falando. Você precisa refletir. Um profissional ganha mais quando aprende a reprogramar as suas ações de tal forma que quando alguém pede ajuda primeiro se preocupa em dizer sim e depois vai verificar se realmente terá problemas para executar aquela atividade. Claro que você tem que lembrar que se disser sim para todo mundo, poderá criar um hábito equivocado.

 

*****

Conveniência

Portanto, aqui tem uma dica! Quando você oferecer ajuda ou quando você se dispuser a ajudar, perceba se você está ajudando alguém que está pedindo ajuda por necessidade ou ajuda por conveniência. Se for por conveniência significa que ele quer tirar o fardo dele para jogar nas suas costas e se for por necessidade a pessoa literalmente está precisando que você a socorra. Por isso deixe de ter tantos hábitos negativos, principalmente de dizer não quando alguém pede ajuda, e somente negue ajuda quando o pedido que a pessoa faz é para que você carregue o fardo dela por conveniência e não porque ela precisa. Pense nisso! Para a coluna Visão Empresarial

 

Luciano Salamacha