Esportes

AFP inicia ano sonhando com a Liga Nacional

Depois da conquista do vice-campeonato Paranaense de Futsal e da classificação para a Copa do Brasil 2017, a Associação de Futsal Pontagrossense/AFP inicia o ano sonhando em participar da competição mais importante do salonismo brasileiro, a Liga Nacional de Futsal/LNF, que já havia tentado em 2015. No entanto, o time deve também mudar de nome, já que o Keima encerrou o patrocínio.

No último dia 10 a diretoria da AFP reuniu-se com representantes da ADC Intelli Futsal, uma das franquias mais tradicionais da LNF, que no biênio 2012/2013 atingiu o seu ápice sob a liderança do craque Falcão. Na avaliação do vice-presidente da AFP, Thiago Kailer, a reunião foi muito produtiva, pois os diretores da franquia ficaram empolgados com o projeto e com o potencial da cidade: “Acredito que uma competição desse porte, com ampla cobertura na televisão e em diversos meios de comunicação, despertará o interesse das principais empresas da região. Para se ter ideia o retorno de mídia somente com a transmissão dos jogos da Intelli em 2016 na LNF, foi estimado em R$28.761.640,68. Já encaminhamos o projeto para grandes empresas e estamos aguardando a resposta. Nossa principal luta é a corrida contra o tempo, pois enfrentamos a concorrência de outras cidades, mas temos a preferência e precisamos confirmar a participação urgentemente”, disse Keiler.

Outro aspecto destacado pelos dirigentes da AFP é o compromisso pessoal do prefeito reeleito Marcelo Rangel em fomentar o projeto. Fernando Ribeiro, Diretor Financeiro da AFP, destacou que a conclusão das obras da Arena Multiuso e o comprometimento pessoal do gestor municipal, em buscar incentivo junto a iniciativa privada, permitirá que o futsal represente Ponta Grossa nacionalmente. Caso não ocorra as adequações no ginásio, o clube só deverá mesmo disputar a L

iga Paranaense.

 

PUBLICIDADE