Polícia

Agentes penitenciários realizam paralisação de três dias

A partir deste sábado (20) e até o dia 22, o sistema penitenciário vai parar no Paraná em protesto contra a reforma da Previdência. Essa foi a decisão tomada em assembleia geral extraordinária realizada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) na terça-feira (16), em Curitiba, com a presença de servidores de todo o estado.

Em Ponta Grossa, a PEPG (Penitenciária Estadual de Ponta Grossa) não permitirá visitas no sábado e domingo e realizará paralisação na segunda-feira. O ato inicia-se às 6 horas deste sábado.

A consulta e decisão por greve fez parte do calendário nacional de luta da categoria contra a retirada da possibilidade de aposentadoria diferenciada para os servidores penitenciários da Constituição. Em todo o País haverá mobilização de agentes penitenciários.

Durante os três dias (20, 21 e 22) os agentes que estiverem no plantão só executarão as tarefas essenciais como entrega de comida aos presos, escolta para audiências, cumprimento de alvará de soltura e emergências médicas. Todas as outras atividades nas unidades penitenciárias estarão paralisadas, como banho de sol, atividades de trabalho e escola e recebimento de visitas. (Das assessorias)

Arquivo DC
Banhos de sol e visitas de familiares serão interrompidas nas penitenciárias

PUBLICIDADE