Geral

Arquiteto dos Campos Gerais é representante da nova geração de talentos

Diego Franceschini traz conceito inovador para a Artefacto
(Foto: Divulgação)

Ele é a cara da nova geração de arquitetos. Com projetos inovadores e uma linha de criação voltada para a sustentabilidade, a simplicidade formal e a valorização da pureza dos materiais e sua regionalidade, Diego Franceschini estreia na Mostra Artefacto com um tema impactante.

O conceito Think Inside the Box foi criado a partir de uma grande caixa em madeira que, além de destacar o espaço da cama, trouxe a sensação de acolhimento. A visão e o tato foram os sentidos amplamente explorados no espaço. Fotos em movimento, a fluidez dos espelhos Boyer, as texturas de parede e teto, assim como uma diversidade de tecidos, são elementos chave para um quarto com estar e home office elegante e moderno.

Créditos: Divulgação

Tons terrosos, grande tendência mundial, foram amplamente usados, aumentando a sensação de conforto. As paredes e teto são revestidos no mesmo material, o que dá a ideia de unidade. Para aumentar a iluminação natural, o arquiteto usou uma abertura de vidro no teto.“A iluminação foi estrategicamente pensada e posicionada para criar um ambiente cênico. Além da luz natural, busquei diferenciar os tradicionais métodos de dispor luminárias no ambiente. As pessoas podem esperar um novo olhar sobre texturas e iluminação”, conta o arquiteto.

Créditos: Divulgação

Para Franceschini, os destaques no mobiliário Artefacto utilizado em seu espaço são os espelhos Boyer – que, além de trazer movimento ao quarto, foram explorados como uma grande obra de arte, uma composição inovadora para estes objetos – e a poltrona Pipo. “Eles geram uma sensação extraordinária de movimento”, finaliza o arquiteto.