Polícia

Atentado a tiros em bar na Califórnia deixa 12 mortos e dezenas de feridos

12 pessoas morreram e várias outras ficaram feridas em um atentado a tiros em um bar na cidade de Thousand Oaks, a cerca de 60 km de Los Angeles, na Califórnia, entre a noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira (horário local). Entre os mortos estão o próprio atirador, que, segundo relatos de testemunhas, disparou dezenas de vezes após adentrar o estabelecimento, e um sargento da delegacia de Ventura County.

Um outro sargento, Eric Buschow, não revelou como o suspeito morreu.

O capitão da delegacia, Garo Kuredjian, relatou que centenas de pessoas estavam dentro do Borderline Bar & Grill quando os tiros começaram a ser disparados, às 23h20, e ainda havia disparos quando as primeiras autoridades de segurança chegaram ao local.

Diversas testemunhas contaram a emissoras de televisão que um homem alto, vestido inteiramente de preto, com um capuz e o seu rosto parcialmente coberto, atirou primeiro em um funcionário do bar que controlava a porta de entrada e depois abriu fogo, aparentemente de forma aleatória, contra as pessoas dentro do espaço.

Os clientes gritaram e fugiram para todos os lados do bar, enquanto alguns jogaram banquetas contra as janelas e ajudaram dezenas de outros a escapar, segundo testemunhas.