Esportes

Brasil encara a Colômbia nos Estados Unidos e Tite prevê dificuldades

A bola rola para Brasil e Colômbia às 21h30 (Hora de Brasília) desta sexta-feira (6), no Estados Unidos. A expectativa é de casa cheia no Hard Rock Stadium, palco dos jogos do Miami Dolphins, time de futebol americano.

O técnico Tite guarda bem vivo na memória os dois últimos embates com o adversário pela Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Segundo afirmou na coletiva de imprensa em Miami, foram os colombianos quem mais deram trabalho naquela caminhada e prevê um jogo difícil neste confronto.

“Quando nos enfrentamos nas Eliminatórias, foi a que mais embate técnico nós tivemos. Os dois jogos foram muito difíceis com competição física e lealdade técnica. Nós enfrentamos agora uma seleção que continua sólida”, disse o técnico, que relembrou a vitória por 2 a 1 contra os colombianos em Manaus, e o empate em 1 a 1 em Barranquilla.

Durante as Eliminatórias, a Colômbia era comandada por José Pekerman. No amistoso desta sexta-feira (6), no Hard Rock Stadium, quem estará no banco de reservas dando as ordens ao time será o português Carlos Queiroz, treinador atual da equipe.

“Tem experiência e qualidade nos trabalhos que realizou até aqui. Estamos acompanhando a Colômbia desde os amistosos para a Copa América. É uma equipe renovada em termos de idade, que tem jogadores de velocidade e muita força pelos lados”, explicou o auxiliar técnico Cléber Xavier.

Tite ainda falou sobre o estilo de jogo da seleção brasileira, que também tem buscado novas formas de atuar e mudou a sua característica em relação a estes dois últimos confrontos.

“Hoje nós jogamos com uma composição com quatro homens no meio de campo, e o quarto é o Firmino. É um desenho diferente do que tínhamos. Isso exige tempo até coordenar, acompanhar raciocínio de cada um, rapidez “, analisou.