Política

Câmara de Castro abre edital para concurso público

A Câmara Municipal de Castro vai abrir, na próxima segunda-feira (27), edital de concurso público para preenchimento de duas vagas de técnico-administrativo em seu quadro de servidores. Outro cargo – de contador – não deverá ser preenchido, em um primeiro momento, e entrará para o cadastro reserva do Legislativo. As inscrições deverão ser feitas somente pela internet (fundacaounespar.org.br), a partir das 8 horas do próximo dia 27 até as 23h59 de 26 de fevereiro.
As provas do concurso serão aplicadas pela Fundação de Apoio à Unespar – Campus de Paranavaí (fundacaounespar.org.br), no município de Castro. Para os dois cargos, será aplicada prova objetiva (de caráter eliminatório e classificatório) na provável data de 22 de março próximo, em horário e local a serem informados por meio de edital disponibilizado no endereço eletrônico fundacaounespar.org.br e no “cartão de convocação do candidato”. Para o cargo de contador, haverá a prova de títulos (de caráter classificatório), em data ainda a ser marcada. O “cartão de convocação do candidato” com o local de realização das provas deverá ser emitido através da “Área do Candidato”, disponível no endereço fundacaounespar.org.br, a partir de 16 de março. Tanto para o cargo de técnico-administrativo quanto para o de contador, a prova objetiva será constituída das seguintes áreas de conhecimento: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Administração Pública e Conhecimentos Específicos.
Para ambos os cargos, a jornada de trabalho será de 30 horas semanais. Para a vaga de técnico-administrativo, é necessário ter concluído o Ensino Médio. O salário é de R$ 3.224.15 e o valor da inscrição é de R$ 60. Para contador, é necessário ter Ensino Superior completo, com formação em Ciências Contábeis ou curso equivalente, com o respectivo registro de classe. O salário é de R$ 6.109,50 e o valor da inscrição, R$ 100.
O pagamento da taxa de inscrição poderá ser efetuado em toda a rede bancária até a data de seu vencimento. Caso o candidato não pagar o seu boleto até o vencimento, deverá acessar a “Área do Candidato”, disponível em funcacaounespar.org.br, imprimir a segunda via de cobrança (“boleto bancário”) e pagar até 27 de fevereiro. As inscrições realizadas com pagamento após essa data não serão acatadas.
“Esse concurso tem objetivo de suprir a nossa necessidade de servidores, aqui na Câmara. Faremos a contratação de dois técnico-administrativos. Desses, um vai desenvolver as suas atribuições junto ao setor de Compras e o outro, ao de Recursos Humanos e Secretaria”, explica a vereadora Fátima Castro, presidente da Casa. “Além desses, também faremos a contratação de um contador, uma vez que a contadora da Câmara está em processo de aposentadoria”, afirma.
De acordo com Fátima, o trâmite para a realização do concurso público iniciou ainda em 2019. Mas só pôde ser efetivado neste ano em razão de uma série de procedimentos burocráticos “que independem do Legislativo”. “Tivemos, por exemplo, que esperar pelos orçamentos das empresas concorrentes e, depois, aguardar o período de férias da universidade que venceu a licitação. Se tudo tivesse corrido como gostaríamos, o concurso já teria sido realizado”, diz Fátima. “Sem contar que também estamos com a nossa equipe reduzida”, complementa.

Requisitos
São requisitos básicos para o ingresso no quadro de servidores da Câmara de Castro:
- ser brasileiro, nos termos da Constituição Federal;
- ter, na data da nomeação, idade mínima de 18 anos completos;
- no caso de candidato do sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar;
- estar quite com as obrigações eleitorais e em gozo dos direitos políticos;
- possuir os requisitos indicados no Anexo I do Edital para o cargo ao qual se candidatou;
- não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a nomeação no cargo público;
- não estar ocupando cargo ou emprego na administração direta ou indireta da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, nem ser empregado ou servidor de suas subsidiárias e controladas, salvo os casos de acumulação expressas em lei; e
- cumprir as determinações do Edital, ter sido aprovado no presente concurso público e ser considerado apto após submeter-se aos exames médicos exigidos para a nomeação