Região

Cápsula do tempo marca homenagens aos 145 anos de Tibagi

Nem a chuva desanimou os tibagianos no sábado (18), aniversário de 145 anos de emancipação política do município. Desta vez, a Praça Leopoldo Mercer foi palco de muitas emoções e demonstrações de civismo. Alunos de algumas escolas da cidade fizeram homenagens a Tibagi. Um dos momentos marcantes foi a entrega de uma cápsula do tempo, por alunos do Colégio Integração.

No compartimento continha algumas memórias, como fotos, provas escolares, cartas, planos dos alunos para o futuro, recortes de jornais, mídias digitais, enfim, uma série de elementos que representam a época atual, mas que serão apenas memórias no ano de 2067, quando o objeto deverá ser desenterrado e aberto pelo prefeito em exercício.

Uma carta registrada em cartório foi feita pedindo o comprometimento do prefeito em abrir a cápsula e divulgar seu conteúdo. De acordo com o professor que desenvolveu o projeto com os alunos, Alberto Portugal, a intenção foi propor um debate sobre o como o município seria daqui a cinqüenta anos.

“O Colégio Integração acredita que a educação é a maior arma contra o mal e a construção de um futuro melhor para a natureza e as pessoas. Pensando nisso realizamos uma série de debates sobre como Tibagi seria daqui a 50 anos e o que eles farão neste tempo para que a cidade seja um lugar melhor, se comprometendo através deste registro, ajudar no desenvolvimento de Tibagi”, explicou. O objeto foi enterrado no marco zero do município, na Praça Leopoldo Mercer, embaixo da árvore centenária.

Homenagens

A iniciativa fez parte das homenagens que as escolas fizeram a Tibagi. A Escola Municipal Aquarela apresentou um acróstico. A Escola Municipal Professora Ida Viana trouxe alunas para declamar uma poesia feita especialmente para a comemoração. Outra escola que participou foi a Escola Municipal Professor Aroldo que apresentou uma paródia composta pela professora Juraci, no ritmo da Valsa Rosa Branca. Para encerrar as homenagens, o Colégio Estadual Irênio Moreira Nascimento fez uma apresentação com seu grupo de percussão.

Divulgação
Cápsula será reaberta em 2067, pelo prefeito em exercício

PUBLICIDADE