Variedades

CECI abre matrículas para teatro, sapateado e canto

Inscrições para o segundo semestre de 2018 seguem até o dia 25 de agosto

O Centro de Estudos Cênicos Integrado – CECI, está com matrículas abertas para seus cursos de teatro, sapateado e canto, bem como atividades de belly dance e yoga, que no segundo semestre vão de 21 de julho a 08 de dezembro.

Com o slogan “A arte integrada na sua vida”, o CECI é uma chancela da Academia de Artes Cena Hum, de Curitiba, e tem, como diferenciais de metodologia aplicada, a diversidade de modalidades, atendendo às diferentes faixas etárias, e a qualidade de seus instrutores.

As aulas de teatro e sapateado são coletivas e o limite máximo de alunos por turma é de 15 pessoas. As aulas de teatro são para crianças a partir de cinco anos e para o sapateado o limite mínimo é de oito anos de idade. Ambos totalizam, por semestre, 60 horas/aulas, que vão desde a teoria, para um melhor entendimento do segmento artístico, até a montagem de um espetáculo.

Já as aulas de canto são individuais, com horários agendados e fixos, com possibilidade de participação no Grupo Vocal CECI, como atividade complementar, sem custo.

Todos os cursos são desenvolvidos na sede do CECI, sito à Rua Doutor Colares, 811, no centro de Ponta Grossa. Antes de realizar a matrícula, é possível visitar a instituição pessoalmente ou entrar no site www.cecipg.com.br, onde também há informações de tudo o que acontece no centro de estudos.

Os cursos são encerrados com uma apresentação de cada turma ou aluno na Mostra Teatral CECI em CENA, onde há a entrega do certificado. O evento é realizado semestralmente no Teatro CECI, espaço artístico com capacidade para 100 pessoas.

As matrículas para o 2º semestre de 2018 vão até o dia 25 de agosto, com horário de atendimento da secretaria das 13h15 às 19 horas, de segunda a sexta-feira e das 09 às 12 horas aos sábados. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (42) 3223-2652 e 9.9991-1652.

A Mostra Teatral CECI em CENA

O evento acontece desde 2013, ano de criação do Centro de Estudos, como forma de concluir os trabalhos desenvolvidos nos semestres. Até o momento, já foram realizadas 10 edições, com cerca de 150 apresentações e 10 mil pessoas de público.