Região

Centro Cultural Castrolanda realiza palestra sobre preservação da memória

Palestra realizada no Colégio Vespasiano. (Foto: Assessoria)

O Centro Cultural Castrolanda realizou a palestra “Preservar para conhecer: ações em museus para identificação, registro e promoção da memória” na manhã do dia 12 de junho para 81 estudantes das turmas de Formação Docente do Colégio Estadual Major Vespasiano Carneiro Mello, em Castro.

O museólogo João Paulo Corrêa e o historiador Maurício da Silva Selau abordaram o conceito de museus na legislação brasileira e as funções básicas dos museus que são a salvaguarda, pesquisa e comunicação. Explicaram como estas funções são realizadas dentro das instituições museológicas articulando as atividades que contribuem para a preservação, conservação, identificação, registro e promoção da memória.

Esta palestra faz parte das ações de formação de plateia e democratização do acesso aos produtos do Plano Anual de Atividades 2018 do Centro Cultural Castrolanda, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Segundo Rafael Rabbers, gerente do Centro Cultural, estas atividades “fazem parte das contrapartidas sociais que os proponentes devem oferecer ao aprovar um projeto na Lei de Incentivo. Neste ano o Colégio Vespasiano foi uma das escolas escolhidas para receber a palestra”.

A atividade foi registrada por meio de filmagem que será oportunamente disponibilizada no sítio eletrônico do Centro Cultural Castrolanda com acesso gratuito a todo interessado no conteúdo. No audiovisual, haverá uma janela de interprete de LIBRAS em que o conteúdo da palestra será apresentado as pessoas com deficiência auditiva.

O Plano Anual de Atividades 2018 é uma realização da Associação dos Moradores de Castrolanda, Castrolanda Cooperativa Agroindustrial e Ministério da Cultura, com recursos da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, PRONAC 177531, apoiado pelas empresas Fertipar, Tetra Pak, Copel Paraná, Nutron, Arysta, Alltech, BRDE e Ihara.