Cidades

CMT analisa dados para reajuste da tarifa de ônibus

Primeira reunião marca a entrega da documentação; novo encontro deve ocorrem em até 15 dias (Foto: Fábio Matavelli)

O Conselho Municipal dos Transportes (CMT) realizou, no final da tarde desta sexta-feira (15), a primeira reunião para análise dos documentos que podem determinar qual será a nova tarifa do transporte público em Ponta Grossa. Representantes de diversas entidades e também da prefeitura começaram a chegar por volta das 16h30 à sede da prefeitura. O presidente do CMT, Celso Alves, explicou que este é apenas o princípio da verificação dos itens que compõem a planilha de custos da Viação Campos Gerais (VCG), empresa que administra os ônibus na cidade.

“Vocês viram, é um caminhão de docuemntos que temos para analisar. Depois cada conselheiro irá apresentar uma proposta, iremos deliberar e fazer votação para sugerir um valor. A partir de hoje, iremos marcar a próxima reunião para, no máximo, daqui a 15 dias”, declarou Alves.

O presidente também disse que não passa de boato a informação de que já haveria a sugestão de que a próxima tarifa deveria custar R$ 4,04. “Há muitas coisas a serem analisadas, incluindo a prorrogação da vida útil dos veículos, com vista a uma tarifa mais baixa, e também a mudança nos itinerários dos ônibus com vistas à economia”, disse. A proposta do CMT tem caráter consultivo, e poderá ou não ser acatada pelo prefeito Marcelo Rangel, que deve sancionar a nova tarifa nas próximas semanas.

Imagens: Fábio Matavelli