Política

Consórcio de Saúde terá R$ 1,8 mi para exames 

Ainda em Ponta Grossa na tarde desta segunda-feira, o ministro Ricardo Barros se reuniu com prefeitos e gestores de saúde da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG): Arapoti, Carambeí, Castro, Ipiranga, Ivaí, Jaguariaíva, Palmeira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Porto Amazonas, São João do Triunfo, Sengés, Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Têlemaco Borba, Tibagi e Ventania. Durante o encontro, o ministro anunciou a liberação de R$ 1,8 milhão para o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CimSaúde), para realização de consultas e exames de diversas especialidades, como ressonância, ultrassonografia e tomografia. A expectativa, conforme a diretora do CimSaúde, Pâmela Conceição de Holleben, é que sejam com o recurso liberado e mais a contrapartida dos municípios, sejam realizados 17 mil exames. 
Na ocasião, Barros ressaltou ainda que as cidades da região foram contempladas com R$ 44,1 milhões para fortalecimento da saúde desde 2016. Desse total, R$ 14,9 milhões foram para custeio de 43 serviços/leitos de média e alta complexidade que funcionavam sem a contrapartida federal. Durante o período, também foram liberados R$ 25,7 milhões referentes a emendas parlamentares que tramitavam na pasta e aguardavam liberação desde 2014. “Estamos garantindo reforço financeiro para a Associação dos Municípios dos Campos Gerais ampliar e melhorar o atendimento à população em toda a região. Os municípios poderão qualificar a assistência e os serviços ofertados na rede pública de saúde”, aponta o ministro.