Esportes

Corujão Unimed reúne mais de mil atletas em Ponta Grossa

A corrida noturna do Corujão contou com 1.200 inscritos na edição deste ano e os atletas estiveram reunidos no último sábado, na arena montada no pátio do Conservatório Municipal Maestro Paulino. É o quinto ano consecutivo que a Unimed Ponta Grossa promove o evento, este ano organizado pela Global Vita Sports.

A largada foi às 20h30 e contou com percursos de 5k e 10k, que passaram por algumas ruas do centro e seguiram sentido Oficinas. Já na estrutura montada na arena do evento, os atletas puderam ter acesso a serviços gratuitos como massagem, espaço kids, aferição de pressão, teste de glicose, sukyo mahikari, espaço de convivência Unimed e distribuição de água, fruta e isotônico no momento da chegada.

Considerada a maior corrida noturna de Ponta Grossa em quantidade de participantes, além de atletas da cidade, o evento também recebeu corredores de Curitiba, Castro, Carambeí, Guarapuava, do estado de Santa Catarina, do interior de São Paulo e de outros municípios da região dos Campos Gerais.

“É muito importante conseguirmos constatar o quanto o evento cresceu e amadureceu desde à primeira edição, em 2015. Não só em estrutura e organização, mas no propósito de incentivar à prática de esportes. Com o Corujão, conseguimos, em um mesmo evento, reunir pessoas de diversas idades e promover a atividade física, diversão, socialização e ainda movimentar o serviço e o comércio de Ponta Grossa, com parcerias locais e com a vinda de atletas de outras cidades”, ressalta Thalita Valentim, gerente de marketing da Unimed.

Durante a premiação, que contemplou a classificação geral e categorias dividas por faixa etária, foram cerca de 64 troféus entregues. Iniciante na modalidade, Jheniffer Fagundes Paes, assistente de atendimento, fez a estreia em corridas de rua neste sábado. “Sair da zona de conforto e se desafiar pra algo que você nunca imaginava que iria fazer é uma sensação gratificante, de vitória e dever cumprido. O evento, o apoio dos amigos, da organização e do incentivo de pessoas que eu nem conhecia foi algo que me impulsionou demais. Me mostrou que eu posso e que consigo me superar. Foi uma experiência sensacional”.