Polícia

"Crime tem motivação passional", diz polícia

Delegados comentam sobre depoimento de suspeito após três horas de interrogatório (Foto: José Aldinan)

Para a Polícia Civil não há dúvidas de que a morte da estudante teria sido causado por motivo passional, conforme apontou o delegado-chefe da 13ª SDP, Nagib Nassif. "Estamos fechando o caso, mas foi importante saber hoje os motivos desse crime. Está claro que a motivação foi passional e, por isso, ele perdeu a cabeça e atacou a sua companheira", disse o delegado. 

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Jairo Camargo, o rapaz já estava com a prisão preventiva decretada e foi indiciado pelo crime de feminicídio e também por tentativa de homicídio qualificado ao também atingir a sogra. 

"Ainda não temos o laudo da perícia, mas sabemos que, além dos golpes de faca, ele teria utilizado um lápis para atingir a vítima. Aguardamos a oitiva da mãe da vítima, assim que ela sair do hospital, e também de alguns vizinhos que presenciaram o crime", destacou o delegado.