no

Dicas para comprar o presente do Dia dos Pais com segurança na internet

O Dia dos Pais será comemorado em 9 de agosto neste ano, mas, devido à pandemia e apesar da reabertura do comércio, muitas pessoas devem optar por comprar presentes on-line, pois o risco de contágio pelo novo coronavírus ainda é alto. Quem preferir pelo conforto (e, até mesmo, pela possibilidade de pesquisar melhor por promoções), realizando a compra pela internet, deve ficar atento para não cair em golpes.

É importante, em primeiro lugar, ser cético com e-mails ou anúncios de ofertas muito chamativas, pois podem ser armadilhas, conhecidas como phishing. Neste tipo de prática ilícita, cibercrimonosos criam sites falsos, que às vezes são até mesmo cópias de páginas famosas, e roubam dados pessoais daqueles que clicam nesses links ou inserem suas informações pessoais.

"Caso se depare com uma grande oferta, a dica é que o consumidor entre no site verdadeiro da loja e confira se aquele preço consta lá também. Além disso, é importante que ele procure por evidências de que o site escolhido é seguro, como o 'S' em 'HTTPS', localizado na barra de endereços", orienta Oscar Zuccarelli, Segurança da Informação da Certisign, empresa especializada em segurança digital.

Outro indício de segurança que também pode ser encontrado na barra de endereços é o símbolo de um cadeado, que, assim como o "S", só aparece quando o site é protegido por um Certificado Digital SSL (Secure Socket Layer). Este Certificado garante que todas as transações realizadas na página estão seguras por meio da criptografia, tecnologia que "embaralha" as informações trafegadas.

"Em todos os e-commerces de confiança, independentemente do porte, há um selo que indica que a página é protegida por um Certificado Digital SSL", explica o especialista da Certisign. "Porém, por mais que neste selo haja o nome da empresa provedora do Certificado, é sempre bom clicar no cadeado localizado na barra de endereços para checar sua autenticidade, porque sites falsos feitos de forma mais 'profissional' já contam com Certificados emitidos para domínios que não correspondem ao site da loja verdadeira". A dica de Zuccarelli é, por fim, verificar sempre se a ortografia está correta no site ou e-mail. "Os links falsos geralmente têm pequenos erros de digitação ou ortografia e, caso a página pareça ser de uma loja conhecida, atente-se à qualidade das imagens e à identidade visual", conclui.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Jaguariaíva flexibiliza medidas para o funcionamento do comércio

Agência do Trabalhador de Castro anuncia vagas para esta quarta-feira (5)