Agribusiness

Digital Agro é marcada por lançamentos e debates

A 3ª Digital Agro iniciou na última terça-feira (11) e foi encerrada ontem (13)
(Foto: Fábio Matavelli)

A 3ª Digital Agro, feira que iniciou na última terça-feira (11) e foi encerrada ontem (13), teve como intuito levantar a discussão sobre os benefícios da aplicação de novas tecnologias no dia a dia da produção agrícola e pecuária. A partir de temas como Smart Farming, Internet das Coisas, sustentabilidade e impactos da transformação digital no agronegócio, foram ministradas palestras com autoridades técnicas nacionais e internacionais e atividades práticas, além da apresentação de produtos, serviços e soluções através da participação de startups e aproximadamente quarenta expositores.

Entre as novidades está o projeto Sygma, sistema integrado de gestão do manejo agropecuário desenvolvido pela Fundação ABC com o apoio das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal. Segundo o diretor técnico da Fundação, Luís Henrique Penckowski, a plataforma deve ser liberada já no início da safra 2019/2020 para os cooperados e mo final do ano para o mercado.

“São 28 módulos no total, sendo que no início 16 serão disponibilizados. Com o diferencial da possibilidade de integrar outras plataformas, o sistema buscar fornecer uma assistência técnica e de gestão ao produtor rural”, afirma Penckowski. Entre os serviços ofertados estão agrometeorologia, atuação na agricultura de precisão, análise de solo e aplicação de taxa variável e segmento econômico financeiro.

Outra instituição que aproveitou a feira para lançar um novo produto é a BASF, que apresentou uma estrutura de monitoramento digital que forma um mapa por sistema de imagem e permite a aplicação de produtos no campo via drone, por exemplo. “Com as imagens nós identificamos falhas e situações pontuais que conseguimos resolver sem desperdício, pulverizando a solução apenas no local danificado”, explicou a assistente de trade marketing da BASF, Silvia Ortiz Chini.

Já a New Holland, através da concessionária Trator New, levou para a feira o “Farmers Edge”, sistema integrado que registra e processa imagens diárias via satélite para monitorar dados relacionados à meteorologia, fertilidade, zoneamento e telemetria das máquinas, além de fornecer consultoria agronômica. “Essa á uma solução canadense criada na safra 2015/2016, que chegou à nossa região nesse ano e soma 10 mil hectares mapeados”, apontoa Tiago Miguel, engenheiro agrônomo de agricultura de precisão da concessionária.

Visitantes

Além de agricultores, pecuaristas, pesquisadores, profissionais do setor, estudantes e empreendedores, a 3ª Digital Agro também contou com a presença de autoridades como prefeitos de municípios da região, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e os líderes do executivo estadual – governador Ratinho Jr. e vice Darci Piana, entre outros.

A feira foi promovida pela Frísia com o apoio técnico da Fundação ABC, e o diretor-presidente da cooperativa, Renato Greidanus, destaca a importância da agricultura 4.0, que é o futuro do campo. “Somos muito gratos a todos que estão aqui, que acreditam no poder do campo como nós. As tecnologias e inovações, quando trabalhadas em conjunto, podem ser potencializadas, e o maior beneficiado é o produtor”, destacou o gestor durante o evento.