Agribusiness

Digital Agro sediará 1º Fórum de Inovação Agropecuária do país

Evento do governo federal será realizado na manhã do dia 11 de junho para público convidado

Por ser um ambiente de soluções para a agricultura de precisão e digital na avaliação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a 3ª Digital Agro sediará o primeiro Fórum Regional de Inovação Agropecuária (FIA) do país. A intenção do governo federal é promover entre quarenta e cinquenta fóruns, iniciando pela região dos Campos Gerais.

O objetivo é compor pautas para a produção de um fórum que acontecerá em Brasília, no primeiro semestre de 2020. Segundo o coordenador-geral de Articulação para Inovação do Mapa, Benedito João Gai Neto, a escolha da Digital Agro para sediar o Fórum vai ao encontro da expectativa do Ministério em realizar ações em ambientes que remetem à inovação no setor agropecuário.

“A expectativa com os resultados advindos com o Fórum é ambiciosa, tendo em vista a posição de destaque ocupada pelo Brasil no cenário da agricultura mundial como responsável pela alimentação de milhões de pessoas, quer seja: pela sua localização geográfica nos trópicos, volume de áreas disponíveis e uso de tecnologias que incrementam produções recordes”, destaca o comunicado emitido pelo Mapa.

Segundo Mário Dykstra, um dos organizadores da feira, o evento é fechado para um público de cerca de 150 convidados. “Todos representam classes ou entidades da região. A intenção é gerar uma discussão sobre as necessidades do setor relacionadas à agregação de valor e inovação, seja no campo com as cooperativas ou empresas, agroindústrias e tradings”, aponta Dykstra, que é gerente de negócios da Frísia.

Brasil

O evento pretende identificar as dificuldades e oportunidades para promover a melhoria do ambiente de inovação nas diversas regiões brasileiras. Segundo o Mapa, Cerca de 67% das propriedades agrícolas do país usam algum tipo de tecnologia, seja na área de gestão dos negócios ou nas atividades de cultivo e colheita da produção.

O encontro secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação (SDI) do Mapa, Fernando Camargo, que destaca que o Brasil tem um grande desafio nos próximos anos, que é o de aumentar em cerca de 70% a produção agrícola nacional. “Não vamos conseguir atingir esta meta apenas aumentando a produtividade, sem necessariamente elevar a área plantada. E como vamos vencer este desafio? Com tecnologia e inovação”, diz o secretário.

Ele adianta que o FIA pretende apresentar as principais demandas de inovação para melhorar a produtividade da agricultura brasileira. “Com isso, a contribuição de países que já estão na vanguarda no processo de inovação agrícola poderá ser indispensável na agregação de novas tecnologias no processo agrícola nacional”.

O diretor de Inovação Agropecuária da SDI/Mapa, Luís Cláudio França, destaca que os principais gargalos para Agricultura 4.0 vão da conectividade no campo às dificuldades de novos arranjos financeiros para aquisição de equipamentos e serviços, incluindo a dificuldade de mão de obra qualificada e os altos custos de hardware e softwares.

“Quando o produtor quer algum tipo de informação tecnológica ele é quase que obrigado a ir até uma cidade mais próxima para poder ter uma conectividade, poder entrar em contato com algum especialista. O que queremos é que as empresas, universidades ou institutos tecnológicos possam ajudar o agricultor no campo e em tempo real, de forma que ele possa identificar uma determinada praga e naquele momento já tire suas dúvidas de como agir, por exemplo”, finaliza.

 

Temáticas

Todos os painéis serão realizados no dia 11 de junho (terça-feira) e contarão com espaço para debate e construção do canvas.

Diretrizes para promover o ambiente regional de inovação

O painel 1 contará com a presença de Fernando Camargo, Secretário da SDI/MAPA (mediador), Bert Rikken (Conselheiro Agrícola da Embaixada do Reino dos Países Baixos), que apresentará o ecossistema holandês de inovação no agronegócio, Filipe Cassapo (gerente de inovação do sistema Fiep/PR), Julio Cezar Agostini (diretor de operações do Sebrae/PR) e Douglas Ronaux (pró-reitor de relações empresariais e comunitárias da UTFPR).

Demandas regionais de inovação para a agropecuária

O painel 2 contará com a presença de Filipe Cassapo, gerente de inovação do sistema Fiep/PR (medidador), Nelson Costa (superintendente de inovação do Ocepar), Emerson Moura (CEO da Frísia Cooperativa Agroindustrial), Edson Tadeu Iede (chefe-geral da Embrapa Florestas/PR) e IdemirCitadin (diretor geral do campus Pato Branco da UTFPR).

Desafios e oportunidades para desenvolver e implantar inovações na agropecuária regional

O painel 3 contará com a presença de Benedito João Gai Neto, CGAI/SDI/MAPA (mediador), Daniel Lange (líder de inovação da Bosch), Leandro Guerra (diretor de relações institucionais – tecnologia de conectividade da Tim), Rafael Ortolan (CEO/BTL – inovação tecnológica de comunicação para o agro – ITA) e Luis Claudio França (diretor do DIAGRO/SDI/MAPA).