Economia

Dono do Palladium anuncia segundo shopping em PG

Anúncio aconteceu nesta tarde no gabinete do prefeito Marcelo Rangel (Foto: Divulgação)

O Grupo Tacla, dono do Palladium de Ponta Grossa, anunciou na tarde de hoje que administrará um segundo shopping center no município. O empreendimento será construído em terreno localizado na avenida Visconde de Taunay, próximo a rotatória da rua Londrina onde está instalado o circo Tihany. O valor do investimento não foi revelado.

Segundo o presidente do grupo, Aníbal Tacla, o início das obras de construção dependerá da evolução da demanda de mercado, portando do interesse das empresas pelo novo empreendimento, que deverá se chamar Campos Gerais ou exibir a denominação como complemento do nome. A negociação com possíveis interessados já começou. “A equipe comercial está conversando com as operações”, afirma Tacla que pretende atrair para o local as grandes redes varejistas que estão no Palladium como Renner, Riachuelo, Kalunga, entre outras. “Vamos motivar os investidores para abrirem a segunda loja na cidade e isto irá gerar empregos”, fala.  

Pelo projeto em desenvolvimento, o novo shopping terá 80 mil metros quadrados de área construída, o que permitirá receber entre 200 e 250 operações. O Palladium tem 77 mil metros quadrados de área construída e abriga 190 operações/lojas. A previsão é de que sejam gerados cerca de 2 mil empregos diretos pela operações e entre 160 e 180 pelo próprio empreendimento (limpeza e segurança,por exemplo).

Conforme Tacla, o estudo que aponta a viabilidade do negócio indica que entre 400 mil a 500 mil pessoas deverão circular mensalmente pelo novo shopping, que está projetado para atender consumidores da região e ter a área construída ampliada futuramente.

O interesse de investir em mais um empreendimento no município, conforme Tacla, se deve “ao fato de a cidade ser bem administrada; é uma cidade polo de atração de novas empresas, é uma cidade onde o nosso empreendimento foi muito bem sucedido”, afirma.

Tacla explica que a escolha pela localização foi em função da parceria firmada com a Construtora Ilha Bela, do empresário Luís Flávio Barros.

Torres

Barros, que realizou a terraplanagem da área, comandará a construção de três torres no mesmo terreno do shopping. Uma abrigará um hotel, enquanto as outras serão corporativas. O projeto básico das torres deverá estar concluído dentro de 120 dias e as obras não necessariamente sairão do papel no mesmo tempo do shopping. “Como ponta-grossense é uma felicidade ter conseguido a parceria com o Tacla e o investimento está em boas mãos”, comenta Barros que acompanhou o anúncio desta sexta-feira.

Presente

Para o prefeito Marcelo Rangel o anúncio do novo shopping aconteceu “em uma semana muito especial para a cidade, que amanhã está completando 195 anos”. Rangel salientou os avanços que o município vem tendo em todas as áreas com destaque para a industrial que tem recebido multinacionais.

O prefeito salientou a importância de o segundo shopping ser comandado pelo Grupo Tacla, que está há 15 anos à frente do Palladium. “Estamos recebendo a notícia de um empresário que já fez investimento na cidade e voltou a investir em Ponta Grossa; receber este anúncio é um dos maiores presentes da nossa história”, diz.

Rangel destacou ainda a oportunidade de empregos que o novo empreendimento trará para o município. “São oportunidades para os empresários e vagas de emprego”, comemora.

Anúncio

O anúncio aconteceu no gabinete do prefeito. Estavam presentes também o investidor Guilherme Tacla, o administrador do Palladium, João Luis Giostri e a diretora de Marketing do Palladium, Maura Müller.