Cidades

Economia de R$ 500 mil marca licitação do Parque de Olarias

Valor máximo da licitação para obras de paisagismo no Parque era de mais de R$ 4,6 milhões. Preço final foi fechado em R$ 4,09 milhões. Empresa terá 180 dias para entrega

A Prefeitura de Ponta Grossa finalizou, na quarta-feira (16), a licitação que determinou a empresa responsável pelas obras de paisagismo e arruamento do Parque de Olarias. A Ueme Construção Civil foi a vencedora do processo que envolveu três outras empresas, e terá como prazo de execução 180 dias a partir a assinatura do contrato – o que deve ser feito nos próximos dias, respeitando os prazos legais burocráticos.

O valor máximo do processo licitatório era de mais de R$ 4,6 milhões, mas o preço final foi fechado em pouco mais de R$ 4,09 milhões. O prefeito Marcelo Rangel comemora a economia gerada pelo certame. “Essas obras transformarão o nosso Lago de Olarias em um grande parque, voltado para a prática de esportes, lazer e cultura. Conseguir economizar mais de meio milhão de reais é mais uma conquista”, apontou.

O secretário de Infraestrutura e Planejamento, Celso Sant’Anna, destaca a estrutura projetada para o espaço. “Hoje a população já utiliza aquele local no lazer e nos esportes e será agraciada com uma estrutura ainda maior, que contará com elementos como pistas de corrida e ciclismo, quadras poliesportivas e centro cultural. Será mais uma opção que trará satisfação e alegria para as nossas famílias ponta-grossenses", disse Sant’Anna.

Projeto final prevê um Complexo de Lazer com mais de 130 mil metros quadrados. (Foto: Prefeitura de Ponta Grossa)

Estrutura

As obras de arruamento contemplam a pavimentação completa das vias do entorno do primeiro dos cinco lagos projetados para o Parque. São elas as ruas Ivo Mendes Barreto e Alfredo Hagemeyer, o trecho que contorna o parque no lado oposto e o que passa por cima da segunda barragem. No total, são cerca de dois quilômetros de extensão, e além da pavimentação asfáltica também será executado o sistema completo de drenagem de águas pluviais.

Já o projeto paisagístico prevê a montagem da estrutura do parque. Para a prática esportiva serão construídos uma pista de caminhada de 1,5 mil metros de extensão, ciclovia de 1.620 metros lineares, praça para skate, academia ao ar livre e centro esportivo para instalação de quadras poliesportivas, sendo duas de concreto e uma de areia.

Pequenos eventos culturais poderão ser realizados no espaço que contará com um anfiteatro e também serão construídos mirantes, parque infantil, áreas arborizadas e um estacionamento com capacidade para cerca de 300 vagas, além de área administrativa e paisagismo em geral.

Entenda a obra

O Lago de Olarias foi projetado nos anos 1990. A primeira licitação foi realizada em 1997, mas a construção foi iniciada apenas em 2004 – e paralisada pouco tempo depois. Após 10 anos, em 2014, as obras foram retomadas e divididas em três etapas principais – hoje a última está nos retoques finais.

O projeto final prevê um Complexo de Lazer no local, que possui uma área de mais de 130 mil metros quadrados e espaço para um total de cinco lagos. Porém, o objetivo principal vai bem além do que só entretenimento.

Devido à crescente urbanização a área fica cada vez mais passível a mudanças repentinas de nível, já que recebe um grande volume de água em períodos de chuva. Neste sentido, a obra auxilia na contenção de cheias e na regulação da vazão do arroio.

Em relação à mobilidade urbana, nos últimos anos foi realizada a pavimentação da rua Aldo Vergani, que se tornou mais uma opção de acesso à região funcionando como uma ligação interbairros Oficinas-Uvaranas, além de diversas outra melhorias ambientais e estruturais na região.