Find!

Edimburgo, na Escócia, reúne história, arquitetura, cultura e natureza

O Find! desta semana conta uma parceria super especial! O melhoresdestinos.com, um dos maiores sites de promoção de passagens aéreas do Brasil, disponibilizou seu material do Guia de Destinos para que os leitores do Diário dos Campos fiquem por dentro dos roteiros e dicas de viagens para destinos do mundo todo. Para esta edição, selecionamos 5 lugares cheios de atrações e belezas naturais, um deles é Edimburgo, na Escócia. Confira!

 

EDIMBURGO – ESCÓCIA

Considerada uma das capitais mais bonitas da Europa, Edimburgo, na Escócia, é um destino que mistura história, arquitetura, cultura e natureza. A cidade é um convite aos passeios ao ar livre e às caminhadas, ora com vista para edifícios antigos, ora para parques. O verde se integra com a paisagem urbana de maneira única, proporcionando uma verdadeira imersão cultural, nesse lugar que é considerado patrimônio pela Unesco.

A área central da capital escocesa é dividida em duas partes importantes: Old Town (cidade velha) e New Town (cidade nova). Old Town, de estrutura medieval, foi o lugar onde Edimburgo nasceu e lá está a Royal Mile - uma das principais vias, que liga o Castelo de Edimburgo ao Palace of Holyroodhouse (ambos programas imperdíveis). Do outro lado, separada pela Princes Street, está a parte nova de Edimburgo, New Town, desenvolvida a partir do século XVIII e marcada pelo estilo neoclássico. O contraste dos dois bairros é um dos fortes da cidade.

Dominando o céu, está o Castelo de Edimburgo, um dos pontos turísticos mais importantes do país. O castelo, que já foi prisão e residência, pode ser visto de diversos pontos e, em uma visita interna, revela sua história e as mudanças ocorridas ao longo do tempo. No lado "novo" da cidade (também com uma vista incrível), chama a atenção o Calton Hill, um morro com monumentos históricos imponentes que oferece vista tanto para a costa quanto para a cidade, ideal para apreciar o pôr do sol.

A terra do uísque, da gaita de fole e dos trajes típicos onde homens vestem saiotes de prega - os "kilts" -, é famosa pelas festividades que sedia, que vão desde o Military Tattoo, com bandas militares de diversos países, ao Winter Festival, onde acontece uma corrida de papais-noéis. É interessante que Edimburgo tenha atrativos que não se limitam a agradar adultos e oferece boas opções para os pequenos, incluindo a Câmara Obscura e o incrível National Museum of Scotland.

As atrações culturais são muitas, bem como a diversidade de parques, lojas e jardins. Para fazer umas comprinhas, caminhe na Princes Street, que tem diversas lojas, e depois faça uma parada estratégica para descanso no Princes Street Gardens, no coração da cidade. Para relaxar e caminhar sem compromisso, curta uma tarde no Royal Botanic Garden, ainda mais exuberante na primavera.

Edimburgo é uma cidade de contrastes, sem toda a agitação de outras capitais da Europa, com pessoas educadas e cenários belíssimos... Antes de a gente se dar conta, ela já nos cativou.

Quando ir:

Edimburgo é uma cidade com estações bem diferentes uma da outra e, como você já deve imaginar, um lugar de temperaturas baixas. A média anual na capital escocesa fica em torno dos 9ºC, com médias de 4ºC no inverno e 14ºC no verão. As chuvas são bem distribuídas durante o ano todo, não havendo uma estação chuvosa ou seca bem delimitada; além disso, podem haver dias de chuva a qualquer época.

No verão, com temperaturas mais agradáveis, as pessoas ganham as ruas e fazer um passeio ao ar livre torna-se muito gostoso. Entre meados de junho e meados de setembro, as temperaturas são mais quentes e os dias de sol, mais longos.

O inverno em Edimburgo é um período de temperaturas baixas e a cidade tem menos flores. Na estação mais fria do ano, as horas diárias de luz solar são poucas.

A primavera traz a beleza das flores, lindas de se observar no Royal Gardens; o outono, o colorido das árvores, com suas folhas amarelas e avemelhadas. Ambas as estações são momentos de transição e não têm as temperaturas tão baixas quanto as do inverno ou mais altas que as do verão.