Economia

Efapi/Feira Paraná será em outubro

Eventos serão simultâneos e terão eventos relacionados ao agronegócio, inovação, além de programação de shows

A Efapi - Exposição Feira Agropecuária Industrial e Comercial de Ponta Grossa é considerada uma das principais feiras agropecuárias da região. Este ano está em sua 41ª edição e vai acontecer juntamente com a 32ª edição da Feira Paraná, no Centro Agropecuário Municipal Ayrton Berger e no Centro de Eventos de Ponta Grossa. Uma das grandes novidades é a data. O evento vai acontecer entre os dias 18 a 27 de outubro de 2019.

O evento contará com uma vasta programação com palestras técnicas, leilões de bovinos, ovinos e equinos, julgamentos de animais de diversas espécies, provas equestres, rodeio country, feira tecnológica, salão do turismo dos Campos Gerais, feira automotiva, feira do artesanato, dia de campo Iapar e UEPG, pavilhão da logística debatendo o transporte da propriedade ao porto, shows nacionais, hackathon, gastronomia diversificada, parque de diversões, concurso da Rainha, além de exposição de animais e várias outras atrações.

Durante o evento o Governo do Estado estará presente com o projeto Interiorização do Estado, onde a sede do Governo ficará na feira por três dias. Governador e Secretários estarão na cidade despachando demandas, realizando reuniões sobre assuntos de interesse da localidade, além de anúncios importantes pra região.

O secretário de Agricultura Bruno Costa está muito animado com a parceria com o Governo do Estado através da EFAPI/Feira Paraná. “Será um marco para Ponta Grossa e região dos Campos Gerais, se tratando em negócios e conhecimentos técnicos da nova era digital. Com certeza será um grande impulso para a economia do município que está em seu momento de ascensão”, acrescentou Bruno.

Para o Presidente da Sociedade Rural Edilson Gorte, a feira deste ano deverá unir vários setores para abranger todos os tipos de público. “Vamos reunir o setor da agricultura, pecuária, agronegócio, comércio, indústria, além da área social, cultural e técnica, tudo para que a feira agrade ao máximo a população. Essa não será a última feira do ano, e sim a primeira de 2020, pois traremos muitas novidades para o próximo ano”, finalizou Gorte.