Cidades

Eleição para reitor da UTFPR é suspensa após problema técnico na apuração de votos

(Foto: Arquivo DC)

O Colégio Eleitoral da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), responsável por conduzir o processo de consulta à comunidade para eleição do reitor da UTFPR, anunciou nesta quinta-feira (2) a suspensão do processo de apuração dos votos sem o anúncio do resultado final.

Segundo a nota do colégio, "o conhecimento do resultado final da votação só será possível se for refeito o sistema de votação em 19 (dezenove) urnas". Na quarta (1º), o colegiado havia informado que a não apuração dos votos dessas urnas ocorreu em virtude de um problema identificado nas chaves de criptografia geradas pelo sistema Helios Voting.

A decisão foi tomada pelo colegiado em reunião realizada na tarde desta quinta. "Após ter analisado o relatório apresentado por membros da Comissão Técnica, [o Colégio Eleitoral] concluiu que, no momento, foram esgotadas as tentativas, no intervalo disponível pelo cronograma do regulamento, de descobrir uma solução para o problema apresentado", afirma o comunicado.

Além da equipe técnica, acompanharam as tentativas de solução do problema um perito da Polícia Federal, o desenvolvedor do software, Ben Adida (Estados Unidos), e uma equipe especialista da Universidade de São Paulo (USP), uma das instituições brasileiras que já utilizaram esse sistema de votação.

O candidato Marcos Schiefler Filho disse em pronunciamento na noite de ontem que é preciso rever toda a eleição pois tanto o temporal ciclone bomba que assolou o estado do Paraná, quanto a falha do sistema causaram um grande prejuízo a todo o processo.