Esportes

Ex-tenista Bocão presente no Aberto de Tênis dos Campos Gerais

O Aberto de Tênis dos Campos Gerais, que encerra neste domingo no Clube Ponta Lagoa, conta com aproximadamente 200 atletas e também é aberto à comunidade. Além dos embates, o torneio terá uma programação especial voltada ao conhecimento técnico para atletas. Um dos convidados da edição é o ex-tenista Marcus Vinícius Barbosa, o Bocão.

O atleta foi um dos expoentes do Brasil na modalidade, na década de 90 e vem a Ponta Grossa falar sobre o esporte.  “A ideia é passar informações que possam ajudar na evolução de cada nível. Até porque, quando você faz uma clínica há um público diversificado. Existem informações específicas para cada nível que o jogador está no momento da clínica”, explica Bocão.

“A ideia é passar informações que possam ajudar na evolução de cada nível. Até porque, quando você faz uma clínica há um público diversificado. Existem informações específicas para cada nível que o jogador está no momento da clínica”, explica Bocão.

Hoje atuando como treinador, Bocão é um dos responsáveis por colocar no mercado as novas apostas do tênis do Brasil. Quando ainda despontava como promessa do esporte, o atleta lembra da expectativa do Brasil em ter um representante no cenário mundial. “Sempre tivemos qualidade nos jogadores que participavam nessas fases de formação infantojuvenil e sempre existiu essa expectativa de algum atleta despontar internacionalmente. Naquela época aquilo estava restrito, a noticia não corria tão rápido, ficava limitada ao mundo do tênis. Hoje é diferente, essa expectativa, a pressão é muito mais ampla, em função da globalização da informação”.

Em relação ao futuro do esporte no país, o profissional se diz otimista. Segundo ele, o número de professores capacitados aumentou em relação há alguns anos. “Obviamente que isso não é garantia de um futuro promissor, porém hoje os treinadores conseguem ter acesso a coisas maravilhosas, existe uma gama de informações”. Quando questionado sobre o tênis ser considerado um esporte de elite, Bocão explica: “Eu não vejo inicialmente que o tênis seja de elite, existe essa rotulação em função de que ele é praticado dentro de clubes e academias. Temos poucas quadras públicas, poucos locais acessíveis para todos os níveis sociais”.  Para o treinador é importante incentivar a popularização do esporte. “É importante colocar mais crianças para jogar tênis. Conseguir aumentar a base da pirâmide é essencial. Esses eventos e clinicas são importantes para nós massificarmos o esporte. Dessa massificação sem dúvida nenhuma pode sair jogadores de qualidade”.

Sobre o circuito

Os jogadores foram divididos em três categorias feminino e masculino, 14, 16 e 18 anos. O prêmio para os primeiros lugares da categoria juvenil é uma raquete de tênis, enquanto os segundos lugares levam um par de tênis.  O Aberto de Tênis dos Campos Gerais é uma iniciativa do Instituto Prestes, com patrocínio oficial da Copel e apoio do Clube Ponta Lagoa, Clube Princesa dos Campos e Lorene Yassin. O evento é realizado através da lei de incentivo ao esporte PROESPORTE. Simultaneamente ao evento acontece outra competição da Federação de Tênis que envolve duas outras modalidades do Torneio Social e Fist Class.