Cidades

Feira do Livro foca na formação de novos leitores

Jovens estudantes são estimulados à leitura (Foto: José Aldinan)

O Parque Ambiental de Ponta Grossa sedia, neste sábado (15), o último dia da já tradicional Feira do Livro. O evento, que ocorre paralelamente com o VI Congresso de Educação, promove o comércio de livros, aliada a atividades culturais e palestras. Ao longo dos últimos anos, o perfil do evento vem sendo cada vez mais direcionado ao público infantil. Quem visitou a feira nessa semana viu que a maior parte da movimentação é de alunos da rede municipal de ensino.

Os comerciantes de livros perceberam isso e, a cada edição do evento, vêm tornando a oferta dos livros mais segmentada ao público da faixa etária que corresponde ao período entre a primeira infância e as crianças com idade de cursar o ensino fundamental. Tiago Farias é proprietário de uma empresa que representa uma editora. Ele participa pelo evento pelo quinto ano consecutivo, e percebeu que o público se segmentou e fica, quase exlusivamente, direcionado às crianças e seus pais.

“Isso aconteceu porque o evento ficou mais organizado, com a visita de escolas e a coordenação de professoras e diretoras. As crianças olham o que interessam, e depois voltam com os pais para comprar o que mais gostaram”, diz Farias.

Nesse ano, um dos destaque em seu estande foram os livros que ensinam a fazer mágica, mas a variedade de obras é grande, esbanjando cores, forma e com recursos audiovisuais que incluem som e óculos 3D, tudo para prender a atenção das crianças ao mundo da leitura. Muitos professores aproveitam para conhecer novas publicações e adquirí-las serem trabalhadas em sala de aula, buscando promoções que, em alguns casos, chegam a 70% de desconto.

 

Avaliação

O prefeito Marcelo Rangel considera esse um ano importante, no qual os dois eventos se firmam no calendário de Ponta Grossa. “A cada ano a cidade se supera com o congresso e a feira do livro. Esse ano foi ainda mais especial, com a participação massiva de todos os profissionais de educação e das famílias. Pai e mãe conhecem nosso trabalho e reconhecem a importância do evento”, comenta.

 

Visitação

A professora Vanessa de Oliveira atua na rede municipal, e veio ao evento pela primeira vez na condição de docente. Para ela, o objetivo da feira vem sendo atingido. “A proposta de aproximar a leitura das crianças e, por consequência, de todo mundo, vem sendo cumprida dentro daquilo que é esperado pela Secretaria”, diz. De acordo com a Prefeitura de Ponta Grossa, realizadora do evento, a estimativa é que cerca de 40 mil pessoas tenham passado pela feira até o seu encerramento, às 21 horas de sábado (15). O comércio de livros se concentra na Estação Arte, em frente ao Terminal Central. A entrada é aberta e gratuita.