Polícia

Furto, roubo e violência doméstica caem na quarentena

Os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública são parciais e relacionados ao período de combate à pandemia do coronavírus (Covid-19) no Estado
(Foto: Sesp/divulgação)

O Paraná registrou redução de 35% nas ocorrências criminais na semana passada (de isolamento e mudança de conduta) em comparação com a anterior a ela. Na semana de 16 a 23, em comparação com a semana de 09 a 15, foram registradas 2.094 ocorrências a menos em todo o Paraná com relação aos crimes de furtos e roubos, furtos e roubos de veículos, e violência doméstica.

Os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública são parciais e relacionados ao período de combate à pandemia do coronavírus (Covid-19) no Estado.

Segundo a secretaria, a queda no número de registros de boletins de ocorrência na última semana tem relação direta com a orientação do Governo do Estado para a população ficar em casa durante o enfrentamento à proliferação do coronavírus. “A população está saindo menos de casa, seguindo as orientações do Governo do Estado e se prevenindo contra o Covid-19, e, com isso, fica menos exposta ao crime, e os oportunistas com menos chance para cometer o ilícito”, disse o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

Apesar da pandemia do coronavírus, as polícias não paralisaram nenhuma atividade e estão trabalhando mais para garantir a segurança pública à população. “As polícias do Paraná continuam seus trabalhos de combate à criminalidade normalmente, ou seja, a Polícia Militar continua com o policiamento preventivo e ostensivo em todas as regiões do Estado, bem como a Polícia Civil não suspendeu nenhuma investigação”, afirmou.

Foram 5.921 boletins de ocorrência na semana de 09 a 15, e 3.827 na semana de 16 a 22, mostrando uma queda de 35% nos crimes mencionados acima. Já os crimes relacionados à violência doméstica diminuíram em 38%: na semana de 09 a 15 foram 1.498 registros, contra 923 na última semana (16 a 22/03).

Dentre os crimes contabilizados, a redução pode ser vista ainda em relação a furtos e roubos. O furto reduziu em 36% no período contabilizado (de 3.039 ocorrências para 1.941) e o roubo em 31% (de 898 para 622).

Em relação ao furto e roubo de veículos, também foi possível perceber uma diminuição expressiva. Os furtos de veículos em todo o Estado tiveram queda de 29% (de 352 para 250) e os roubos de veículos queda de 32% (de 134 para 91).

“Como a nossa população está praticando o isolamento social e restringindo a sua atividade ao núcleo doméstico, nós temos menos pessoas nas ruas, shoppings e mercados, ocorrendo a redução nos índices”, afirmou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos. “E o resultado é oportuno tanto para a Segurança Pública como para a Saúde também, visto que, ao evitar as aglomerações, estamos quebrando a cadeia de contágio do coronavírus”, acrescentou.