Especial

Grandes perspectivas para a educação em saúde de Ponta Grossa

Everson Augusto Krum*

Em breve, toda a população, não somente de Ponta Grossa, mas também dos Campos Gerais e do Paraná, terá orgulho de uma cidade que será referência na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças, sendo que nossa cidade será ainda mais polo de difusão de conhecimentos e inovação.  

Com o advento dos formados em Medicina, em conjunto com os já nacionalmente reconhecidos, excelentes cursos de Odontologia, Farmácia e Enfermagem, teremos um grande salto de qualidade de assistência. Além da Residência Médica implantada desde 2005 na Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, a cidade irá ofertar Residências no Hospital Regional e também naquele local, outras Residências inéditas como Farmácia Hospitalar, Enfermagem, Fisioterapia, Serviço Social e Odontologia. Após algumas adequações e melhorias, o Hospital Municipal e o Hospital Infantil, também poderão ter condições de oferecer Residências.

Para manter-se atualizado, além de participar de congressos, jornadas e eventos científicos, muitos realizados em Ponta Grossa, os profissionais dispõe de diversas reuniões científicas ocorrendo em nossa cidade, com destaque para o encontro idealizado e iniciado no início dos anos 70, através dos renomados médicos Lourenço Malucelli e Salim Acras, passando as reuniões para o Centro Radiológico, depois para a Associação Médica e finalmente desde 1998, ininterruptamente ocorrem na Santa Casa. Mais recentes são os encontros realizados no Hospital Regional, envolvendo a equipe multiprofissional, além de o hospital sediar, por enquanto, as reuniões de Otorrinolaringologia e da Liga de Neurociências com outras reuniões científicas multiprofissionais previstas para breve. 

No futuro próximo, serão realizadas aulas de videoconferência, envolvendo todos os cursos da área da Saúde e outros centros de referência em ensino de saúde nacionais e internacionais, estes últimos em fase de conversas preliminares com universidades do exterior, para futura formalização de convênios. A primeira atividade de Tele Medicina já ocorreu este ano no mês de maio em parceria com a Faculdade de Medicina da USP.

Ponta Grossa, teu presente é um futuro de grandes perspectivas no Ensino em Saúde. 

* O autor é especialista em Citogenética Hematológica, diretor adjunto do Setor de Saúde da UEPG e diretor acadêmico do Hospital Regional de Ponta Grossa