Cidades

Guarda Mirim: há mais de 50 anos em prol da cidadania

Há mais de 50 anos, a Escola de Guardas Mirins Tenente Antônio João, primeiro departamento do Instituto Educacional Duque de Caxias, leva lições de aprendizado, desenvolvimento e cidadania para diversas crianças carentes de Ponta Grossa. Atualmente com 597 alunos, dos cinco aos 17 anos, em 'contra-turno' escolar a instituição é referência de inclusão social para a cidade.

O fundador da escola, Epaminondas Xavier de Barros, 90 anos, destaca que a solidariedade em ajudar crianças e suas famílias é para promover a ação humana e social. "Eu não faço este trabalho sozinho. Conto com uma equipe enorme que sempre me auxilia. Lembro que de quando tudo começou, quando tirei 15 meninos da cadeia em 1965 com a ajuda dos meus irmãos da maçonaria. Hoje temos quase 600 crianças. É algo que passa de pai para filho, de avô para neto", comenta.

Entre as atividades desenvolvidas pelo Instituto está a Guarda Mirim que desenvolve atividades que vão desde aulas de religião, reforço até atividades cívicas. 'Tio Barros' como é chamado pelos alunos destaca a importância da solidariedade para os jovens.

"O desejo é estarmos atentos a diminuir cada vez mais a miséria em nossa cidade. O nosso objetivo, através da solidariedade, é promover à criança e ao adolescente, cursos de aprendizagem para a promoção social, fazendo com que eles se integrem socialmente e saiam das ruas", destacou.
PUBLICIDADE