Saúde

Horário de verão: confira algumas dicas para reduzir os impactos na rotina diária

O horário de verão começa a meia noite deste domingo (04) em 10 estados brasileiros e o Distrito Federal. A diferença de uma hora parece pequena, mas afeta a rotina e, principalmente, a dinâmica de descanso da população. “As duas primeiras semanas costumam ser mais difíceis, porque é o tempo que o organismo precisa para se adaptar. Nesse período inicial, as pessoas podem ficar mais sonolentas ou perder produtividade”, explica o clínico geral da Paraná Clínicas, Dr. Rui Bocchino.

Implementar mudanças gradativas na rotina de sono pode ser uma maneira eficiente de se preparar. “Tentar acordar 15 minutos mais cedo, até fechar uma hora, nas semanas que precedem o início do novo horário, pode ajudar na reorganização do ciclo circadiano de cada pessoa, que é o período biológico de um dia”, recomenda o médico. Mas se você não se preparou com antecedência e costuma sentir os impactos da mudança, confira algumas dicas que podem ajudar na adaptação:

 

Sono

Se não deu tempo de acordar mais cedo, ainda é possível tentar dormir mais cedo. Evitar usar o celular ou deixar a TV ligada no ambiente de descanso e reduzir as luzes um pouco antes do que o costume pode ajudar. 

 

Hidratação

Beber bastante líquido é essencial em qualquer época do ano, mas um organismo bem hidratado sente menos os impactos do novo horário.

 

Alimentação

Nas primeiras semanas, é importante evitar alimentos mais pesados, principalmente no período da noite. Com uma dieta mais leve, o consumo de energia no processo de digestão tende a ser menor.

 

Exercícios físicos

Manter uma rotina de exercícios também contribui para a adaptação, mas é preciso regular a intensidade. Dê preferência a atividades aeróbicas nos primeiros dias. Se você costuma ir à academia à noite, evite exercícios muito pesados para não prejudicar ainda mais o ritmo de sono.