Variedades

Imigração polonesa tem exposição dia 19

Os primeiros registros de imigração polonesa no Paraná datam de 1871. Em Ponta Grossa, os primeiros imigrantes poloneses chegaram em 1878, se estabelecendo na Colônia Moema. A partir de então, muitos foram os sinais polônicos que paulatinamente foram incorporados à cultura ponta-grossense, entre esses se destacam na arquitetura: a Igreja Sagrado Coração de Jesus, os lambrequins nas fachadas das residências e a Sociedade Polonesa Renascença, clube construído pelos imigrantes em 1934.

No entanto, a presença polonesa em Ponta Grossa não se restringe apenas a elementos arquitetônicos, mas deixou suas marcas na religiosidade, nas danças folclóricas e na manutenção de diversas tradições. Algumas dessas tradições estarão expostas no Museu Campos Gerais a partir do dia 19, na exposição “Brasil & Polônia: representação étnica em Ponta Grossa”.

São trajes típicos, pisanki, wycinanki, lepianka, representações de babuska, lambrequins, oplatek e árvore de Natal. A mostra, que segue até dia 20 de dezembro, tem como objetivo valorizar e conservar a cultura, a fé e a identidade étnica da comunidade polonesa no Brasil. Para atender o público os monitores o Museu colocam-se à disposição para o agendamento pelo (42) 3220-3470.