Esportes

Jornalista do Operário é vítima assédio no Emílio Gomes

A assessora de comunicação do Operário Ferroviário, Bianca Machado, foi vítima de assédio sexual verbal no jogo do Fantasma contra o Iraty, no Estádio Coronel Emílio Gomes, na primeira rodada da segunda fase da divisão de acesso.

A profissional foi vítima de um grupo de torcedores do Azulão, que gritaram palavrões e palavras pejorativas, enquanto ela fazia o seu trabalho após o jogo. "Após o episódio, ouvi de algumas pessoas: “mas isso é normal, torcedor xinga mesmo”. Normal? É normal você ser ofendido enquanto trabalha? Para mim, não é normal ser hostilizada enquanto faço meu trabalho. E confesso que me senti muito fraca por não saber lidar com a situação, por não conseguir nem contar direito o que tinha acontecido comigo e por ainda ouvir que isso é normal”, postou a jornalista. O técnico Gerson Gusmão se manifestou. “A mulher tem que ser respeitada, independente da função onde quer que seja. Temos que mudar isso não só nos estádios, mas em todo lugar”' .