Economia

Klabin apresenta resultados do Projeto de Resíduos Sólidos

Em reunião, representantes dos municípios que fazem parte do Projeto puderam conhecer todas as ações já realizadas e quais os próximos passos
(Foto: Divulgação)

Em uma reunião, na sexta-feira (8/06), na Unidade Puma, em Ortigueira (PR), a Klabin e o Consórcio Caminhos do Tibagi, apresentaram todas as ações realizadas e projeção de metas para o Projeto de Resíduos Sólidos aos prefeitos e secretários de meio ambiente dos sete municípios que fazem parte do projeto.

No encontro, a gerência de sustentabilidade e meio ambiente da Klabin apresentou todos os indicadores do projeto, como treinamentos, equipamentos doados, investimentos da Companhia, ações da coleta seletiva de cada município e apresentou o vídeo institucional do projeto. “Nosso objetivo é mostrar que todas as cidades apresentaram um bom desempenho e também quais serão os próximos passos desse importante projeto”, disse Júlio César Batista Nogueira, Gerente de Sustentabilidade e Meio Ambiente da Klabin.

“Essa aproximação dá transparência às nossas ações com as comunidades e assim engajamos os municípios no desenvolvimento sustentável da região”, destacou o Gerente de Relações com Comunidade da Klabin, Uilson Paiva. Para o presidente do consórcio Caminhos do Tibagi, Ricardo Hornung, os resultados do Projeto de Resíduos Sólidos já podem ser vistos pela população dos sete municípios. “O principal objetivo é aumentar cada vez mais a reciclagem por meio da educação ambiental e diminuir a quantidade de rejeito que é enviada para aterros, melhorando a separação para as cooperativas, tendo assim melhor qualidade de vida para os cooperados”, completou.

Sobre o projeto

O objetivo da parceria da Klabin com o Consórcio Caminhos do Tibagi, formado pelos municípios de Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tamarana, Tibagi e Telêmaco Borba, é auxiliar na gestão dos resíduos sólidos. A iniciativa faz parte do Plano de Ação Socioambiental desenvolvido pela empresa na implantação da Unidade Puma da Klabin, em Ortigueira. Entre 2014 e 2016, a companhia realizou um estudo e diagnóstico da cadeia de resíduos sólidos em cada uma das cidades e, em seguida, foram formulados os planos de ação.

Para o projeto, a Klabin forneceu aos municípios estruturas ou equipamentos como barracões, caminhões de coleta seletiva e materiais para estruturar a reciclagem em cada local, além de atuar na capacitação dos catadores e formar associações ou cooperativas para organizar o trabalho. Cada município recebeu os insumos de acordo com a necessidade apresentado no plano de ação.

Outra frente de atuação do projeto diz respeito à educação ambiental nas escolas municipais que promove a formação dos professores e coordenadores pedagógicos para que os conceitos de coleta seletiva e reciclagem sejam trabalhados e multiplicados entre os alunos durante todo o ano.

A Klabin também realizou o projeto e está liderando o processo do licenciamento ambiental para viabilização do Aterro Sanitário Consorciado. O Consócio Caminhos do Tibagi será responsável pela construção e gestão do aterro e a previsão é de que inicie as operações em 2019, abrangendo a destinação de rejeitos dos municípios participantes do consórcio.