Variedades

Live vai arrecadar recursos para a doação de ventiladores mecânicos em Ponta Grossa

Imagem ilustrativa (Foto: Reuters)

A ação beneficente Rotary In Live, que será realizada neste sábado (16), às 19 horas, em Ponta Grossa, quer mobilizar a comunidade para a arrecadação de recursos para a produção de ventiladores mecânicos, que serão doados a hospitais da região. A iniciativa do Rotary Club Ponta Grossa Uvaranas conta também com a parceria do Sebrae/PR, por meio do Programa Voluntariado, que tem como um dos objetivos fomentar o empreendedorismo social.

A live, que será transmitida pelo Facebook, no endereço https://www.facebook.com/Rotary.UvaranasPG, terá duração de quatro horas e contará com a participação de bandas locais de rock, como a Armação Ilimitada Rock 80, Diorama e Viskk, além dos DJs Ariel Jr e Ariel Dias.  A pré-live, às 18h30, terá a presença do músico Jean Carlo Comniskey, com voz e violão.

"Além de fomentar o empreendedorismo social, essa iniciativa do Rotary trará benefícios no sistema de saúde da região, fortalecendo e valorizando também uma importante parceria local entre a UTFPR e DAF na produção de ventiladores mecânicos", projeta a consultora do Sebrae/PR, Nádia Joboji.

A doação poderá ser feita através de um QR Code, disponibilizado durante a transmissão, pelo PicPay ou transferência bancária para o Rotary Club de Ponta Grossa Uvaranas, conta 63703-5, cooperativa 0730, Banco Cooperativo Sicredi S.A – Bansicredi.

"Neste momento de distanciamento social, a live vai proporcionar um pouco de alegria para as famílias e, aquelas que tiverem condições, poderão ainda colaborar com doações", explica o coordenador do projeto Rotary In Live, Douglas Francisco da Costa.

Toda a arrecadação será destinada para a produção de ventiladores mecânicos, que estão sendo produzidos no Laboratório Colaborativo (COLLAB), da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), por uma equipe formada por dois professores, seis acadêmicos e uma fisioterapeuta.

O projeto, que ganhou o nome de AIR (Aparelho de Interface Respiratória), teve início após a DAF Caminhões desafiar a equipe a produzir ventiladores mecânicos a partir de um motor de limpador de para-brisas, doado pela multinacional. A primeira versão do protótipo, apresentada no inicio neste mês, em Ponta Grossa, foi orçado em R$ 6 mil.