Esportes

Marcelo Melo avança à 1ª semifinal do ano e encara Djokovic nas duplas

Marcelo Melo e Lukasz Kubot parecem ter recuperado a forma que os tornou uma das melhores duplas do mundo. Em partida concluída apenas na madrugada desta quinta-feira (no horário de Brasília), o brasileiro e o polonês se garantiram nas semifinais do Masters 1000 de Indian Wells com a vitória sobre o britânico Dominic Inglot e o croata Franko Sugor por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 10/6, em 1 hora e 22 minutos.

Agora, então, Melo e Kubot terão pela frente o sérvio Novak Djokovic, o líder do ranking de simples, e o italiano Fabio Fognini. A partida está prevista para ser realizada na sexta-feira.

Esta será a primeira semifinal de Melo e Kubot na temporada, sendo que nos dois torneios anteriores, em Roterdã e Acapulco, eles haviam sido eliminados no jogo de estreia. Além disso, Melo também participou do Rio Open, caindo no seu segundo compromisso, em parceria com Bruno Soares, ao lado de quem também perdeu o jogo de duplas do confronto da Copa Davis contra a Bélgica.

Em 2018, Melo e Kubot haviam decepcionado no Masters 1000 de Indian Wells, perdendo logo na estreia. Mas agora estão a um passo de igualar o desempenho de 2017, quando foram vice-campeões na Califórnia.

OUTROS JOGOS - Também em jogos que fecharam a programação noturna em Indian Wells na quarta-feira, o austríaco Dominic Thiem, número oito do mundo, se classificou às quartas de final ao superar o croata Ivo Karlovic, o 89º colocado no ranking da ATP, por 6/4 e 6/3.

Assim, avançou de fase e agora vai encarar o francês Gael Monfils. Os outros duelos das quartas de final vão ser: Milos Raonic (Canadá) x Miomi Kecmanovic (Sérvia), Hubert Hurkacz (Polônia) x Roger Federer (Suíça) e Rafael Nadal (Espanha) x Karen Khachanov (Rússia).

Pela chave feminina do Torneio de Indian Wells, a ucraniana Elina Svitolina, a número 6 do mundo, passou às semifinais ao derrotar a checa Marketa Vondrousova, 61ª colocada no ranking da WTA, por 4/6, 6/4 e 6/4. A canadense Bianca Andreescu, número 60 do mundo e de apenas 18 anos será sua oponente na disputa por uma vaga na decisão.