Polícia

Menino é internado no HC com suspeita de estupro

Samu e Conselho Tutelar acompanharam menino até o HC (Foto: Fábio Matavelli)

O Conselho Tutelar de Ponta Grossa foi acionado, na tarde desta quinta-feira (21), para averiguar uma situação de possível estupro de vulnerável. Um menino, de nove anos de idade, reclamou de dores para professores na escola onde estuda. A equipe pedagógica buscou saber mais detalhes, até que o aluno relatou que o vizinho havia introduzido terra e pedras em seu ânus.

Ainda segundo o relato da criança, a violência teria ocorrido na última terça-feira (19), mas a situação só começou a ser investigada nesta quinta, após ele ter contado a história para professores. O menino foi atendido pelo Samu e encaminhado ao Hospital da Criança, onde recebeu o primeiro acompanhamento do Conselho Tutelar e ficou internado para a realização de maiores exames. O Conselho registrou Boletim de Ocorrência sobre o caso e, tão logo a criança deixe o Hospital, deve passar pela avaliação e entrevista com psicólogo e a delegada do Nucria. O que se sabe é que a criança está ferida, e agora serão tomadas providências para verificar em que circunstâncias ela sofreu esses ferimentos, assim como identificar os responsáveis. Os pais e vizinhos devem ser ouvidos. A equipe pedagógica da escola prestou toda a assistência que o caso exigia.

Prisão

Em outro caso, verificado na noite de quarta-feira (20), populares ouviram gritos de dentro de um veículo e acionaram a Polícia Civil que estava de passagem. No local, os policiais constataram que havia uma jovem de 13 anos sozinha com um homem de 61 anos. Ela relatou que caminhava quando foi abordada pelo suspeito, que mostrou uma espécie de distintivo e disse ser uma autoridade policial, convencendo-a a entrar no carro. No veículo, ele teria tentado beijá-la e passou as mãos pelo corpo da garota. O suspeito foi preso em flagrante.