Economia

Mercado Municipal de PG será referência no Paraná

Ricardo Siqueira acompanha os detalhes do projeto do Mercado Municipal (Foto: Divulgação/Tekla Engenharia)

Toda a cidade tem sua vocação para o turismo, possui suas próprias características culturais, e um dos locais mais procurados por turistas do mundo ao chegar em uma cidade é por uma feira local, um Mercado Modelo, Mercado Municipal... Enfim um espaço que remonte os atributos locais, liderados pela gastronomia.

Em Ponta Grossa, o processo licitatório de revitalização, ampliação e concessão administrativa do Mercado Municipal, finalizado em 2017, vencido pela empresa curitibana Tekla Engenharia, do empresário ponta-grossense, Engenheiro Civil, Antonio Ricardo Siqueira, 57 anos. A Empresa promoverá a completa recuperação desse complexo, que envolve a reestruturação dos quatro pavimentos do Mercado Municipal que terá mais de 200 lojas sendo quarenta exclusivos para hortifrúti, e ainda, no último piso quatorze restaurantes com vista panorâmica, teremos atrações para todos os públicos, afirma Moacir Gomes da Silva, Diretor Administrativo Financeiro, responsável pela comercialização das lojas e quiosques.

A fim de garantir a acessibilidade do público será construído um edifício garagem, que terá cinco pisos, quatro dedicados exclusivamente para comportar até 400 veículos simultaneamente. O quinto pavimento será compartilhado com vagas e um espaço multiuso para eventos, como feiras, congressos, workshops, casamentos, formaturas, palestras, desfiles, shows e apresentações culturais. O espaço de eventos terá aproximadamente 1.500 metros quadrados, contará com salas de apoio, banheiros, cozinha industrial e poderá ser modulado em diferentes tamanhos, conforme a necessidade do evento. E, para 2020, conforme previsto no edital, iremos entregar a construção de um Hotel, integrado ao Mercado Municipal.

Para a integração entre o edifício garagem e o Mercado Municipal será construído um boulevard de 800 metros quadrados, no nível do terceiro piso, com acesso pela rua Comendador Miró ou elevadores. O boulevard contará com vinte restaurantes, composto por bistrôs, choperias, cafeterias, pâtisserie, gastronomia artesanal e será mobiliado com mesas e cadeiras para que o público possa desfrutar de momentos em família e com amigos. Todos os espaços do Complexo podem ser facilmente acessados através de escadas, elevadores, rampas e elevadores panorâmicos. O complexo do Mercado Municipal será o único do Brasil com um edifício garagem integrado garantindo acessibilidade, conforto e segurança. Os pavimentos serão temáticos, Sabores e Cheiros (hortifrúti), ‘Facilidades’ (serviços), ‘Convivência (boulevard) e o Andar Gourmet (restaurantes), “cada detalhe está sendo pensado com muita dedicação e atenção, pois queremos entregar um novo mercado para uma nova Ponta Grossa, esperamos unir e promover a cultura, o turismo, o artesanato, as Artes, enfim o desenvolvimento econômico-social de Ponta Grossa e região”, afirma Antonio Ricardo Siqueira, empresário e diretor geral da Tekla Engenharia

O edital de licitação, previa que fosse destinado à administração pública 800 metros quadrados para instalação de secretarias e uso com serviços públicos municipais, no entanto, a diretoria da Tekla entendendo a importância da presença da prefeitura municipal em oferecer serviços com espaço adequado, e manter proximidade com o cidadão, foi concedido cerca de 1.000 metros quadrados com estacionamentos exclusivos. “Com todo o investimento que será feito esperamos que a prefeitura efetive o máximo de aproveitamento na área destinada, e pode contar com nosso apoio técnico”, conta Siqueira. Na área destinada a prefeitura conforme informado pelo Secretário de Indústria Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonare, será instalado um Centro de Inovação, desta mesma pasta e também a nova sede administrativa da Fundação Municipal de Turismo.

Sobre a presença da Fundação Municipal de Turismo no Mercado Municipal, Ricardo Siqueira avalia ser fundamental esta decisão da administração municipal. “Recebi com muita satisfação o interesse da professora Elizabeth pelo espaço, seguramente o Turismo passará a ocupar um espaço merecido, afinal o Mercado tornar-se-á um local turístico da cidade, tem todo sentido a presença desta Fundação. Como forma de estender esta parceria com o Turismo ponta-grossense, também vamos disponibilizar um espaço à parte, de cinco metros quadrados, no terceiro pavimento, para instalar um Centro de Informações Turísticas. Acredito que a nossa presença em Ponta Grossa, trará bons frutos para todos. Quero construir mais que um legado de concreto e ferro, espero que todo esse complexo contribua no resgate do sentimento de pertencimento de todos os cidadãos” afirma.

De acordo com o cronograma estabelecido a Tekla Engenharia possui doze meses para finalizar a primeira etapa que envolve o Mercado Municipal e o edifício garagem, e até trinta meses para finalizar o hotel, ou seja, a inauguração da primeira etapa está prevista para o mês de outubro de 2018, ao longo de quase três anos serão investidos mais de 73 milhões de reais. “Esta obra é um desafio único em minha vida, com 36 anos de carreira e mais de um milhão de metros quadrados construídos no Brasil e no exterior, será o primeiro que farei na minha cidade natal. A partir de agora, espero ter oportunidades de executar outros empreendimentos em Ponta Grossa e região, até porque o Mercado não se limita ao período de obras, mas a administração por 35 anos”, finaliza Siqueira, lembrando que o edital licitatório prevê além da reforma e revitalização a concessão do uso e exploração Mercado Municipal, conforme autoriza a Lei Municipal nº 12.755/2017.

Para os interessados em adquirir lojas ou quiosques a Tekla Engenharia já está comercializando os espaços para os futuros lojistas. O contato pode ser feito através do site www.mercadomunicipalpontagrossa.com ou pelos telefones 42 3229-3994 e 42 99940-3020.