no

Mineirão e Dahw Brasil doam R$ 240 mil ao Hospital da Baleia para a luta contra o covid-19

O Mineirão e a Dahw Brasil se unem à luta mundial contra o covid-19, o novo coronavírus, e doam R$ 240 mil ao Hospital da Baleia, em Belo Horizonte, destinados à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais da saúde, que estão na linha de frente dessa batalha. Os recursos são provenientes de doações que foram feitas na Alemanha em troca de um pedaço da rede do fatídico 7 x 1.

"Assim como o mundo todo, nós, no Mineirão, temos buscado incansavelmente formas de contribuir na batalha contra essa pandemia. Compreendemos a nossa responsabilidade, como empresa e como cidadãos, e, em conjunto com os parceiros da Dahw, conseguiremos equipar nossos médicos adequadamente, com luvas, máscaras, álcool e óculos de proteção. Sabemos que este é um momento difícil, mas também acreditamos profundamente que, juntos e conscientes dos nossos deveres, vamos superá-lo", ressalta Ludmila Ximenes, Relações Institucionais do Mineirão.

Mais de R$ 1 milhão foram disponibilizados a ações sociais brasileiras, fruto do projeto Goleada do Bem, organizado e realizado pelo Gigante da Pampulha em conjunto com a ONG alemã Dahw. O projeto já auxiliou instituições ligadas a crianças, à saúde e ao esporte, como a Fundação Benjamin Guimarães, do Hospital da Baleia, Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto (Funfarme), Instituto Geração 4 e o Projeto Bom na Bola, Bom na Vida.

"Como organização que atua globalmente na área da saúde, a Dahw entende a seriedade do momento que atravessamos. Todo o planeta vai precisar ser solidário e criativo para passar por este processo de pandemia. Temos muita esperança de que, em momentos como este, atitudes como essa possam despertar o interesse da sociedade para a necessidade de engajamento de todos em questões sociais, sobretudo de saúde pública. Amamos o Brasil, estamos aqui há mais de 60 anos, e continuaremos nos esforçando para instigar essa sociedade tão diversa a se reconhecer, se valorizar e se ajudar. O momento que vivemos é fundamental para isso", afirma Reinaldo Bechler, diretor executivo da Dahw Brasil.

Novos leitos para Covid 19
Além da disponibilização dos recursos, o Gigante da Pampulha também dá início a uma campanha pública, em conjunto com o Hospital da Baleia, para angariar fundos para inauguração de uma ala hospitalar já pronta, mas que precisa de equipamentos hospitalares para até 70 novos leitos, ampliando a capacidade de atendimento à população acometida pela doença.

As doações podem ser feitas por pessoas físicas e empresas, diretamente no site: http://hospitaldabaleia.org.br/doar-agora/.

Sobre o Mineirão
Inaugurado em 5 de setembro de 1965, o Mineirão é um dos maiores estádios de futebol do país. Palco de importantes eventos e de célebres conquistas esportivas, estádio possui capacidade para 62 mil pessoas e é administrado pela Minas Arena, uma sociedade de propósito específico criada por meio de uma parceria público-privada (PPP) com o Governo de Minas, para executar as obras de modernização e gestão, por 25 anos, do Estádio Governador Magalhães Pinto — Mineirão. Com 54 anos de história, o Gigante da Pampulha é o primeiro estádio no País e segundo no mundo a possuir o Selo Platinum, certificação máxima do U. S. Green Building Council (USGBC), órgão responsável pela certificação que é utilizada em 143 países para incentivar a transformação dos projetos. Em 2016, o Mineirão tornou-se o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a ser signatário do Pacto Global.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Depois da crise a minha produtividade continuará alta assim como durante a crise?

Por que isolamento vertical é visto com ceticismo?